Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Olimpíada de Inverno: brasileiro do esqui comemora evolução

Victor Santos terminou em 110º lugar no esqui cross-country, mas comemorou estar numa Olimpíada com apenas quatro anos no esporte

O brasileiro Victor Santos fez nesta sexta-feira a sua primeira participação olímpica e terminou a disputa do esqui cross-country estilo livre 15 km em 110º lugar, na Olimpíada de Inverno de Pyeongchang, na Coreia do Sul. A prova foi vencida pelo suíço Dario Cologna. Santos completou a prova com o tempo de 47min09s9 nesta sexta. A competição contou com a participação de 118 esquiadores, sendo que 116 concluíram o percurso. 

O brasileiro não estava preocupado com sua colocação. Com apenas quatro anos no esporte, sendo dois voltado ao alto rendimento, Victor Santos é um símbolo da transformação que o esporte pode causar. “Agora eu sou um atleta olímpico! Há dois anos só pensava nisso. Ia dormir, acordava, treinava pensando na Olimpíada.” O paulista de 20 anos foi descoberto em um projeto social chamado Ski na Rua, do ex-atleta olímpico Leandro Ribela, que atendia jovens carentes da favela São Remo, ao lado da Cidade Universitária da Universidade de São Paulo, praticando o roller ski, esquis com rodinhas. Santos lavou carros na rua, foi flanelinha e trabalhou como empacotador de supermercado.

“Comecei a treinar sério há dois anos. É muito pouco. Consegui chegar na Olimpíada, mas tem muitos objetivos que  quero alcançar no esporte. Quero me dedicar mais aos treinos, sentir mais essa sensação de estar entre os melhores. Foi uma prova difícil, muito dura. No final cansei um pouco, mas valeu muito a experiência.”

Dores impedem Michel Macedo de competir

Também nesta sexta, Michel Macedo desistiu da prova de Super G do esqui alpino por causa de dores no joelho esquerdo, resultado de queda durante treinamento em 6 de fevereiro. Ele ainda está inscrito em duas provas, no slalom gigante, no sábado, e no slalom especial, na próxima quarta. 

(Com Estadão Conteúdo)