Clique e assine com 88% de desconto

Obina se diz em forma: Espero não dar trabalho à nutricionista

Por Da Redação - Atualizado em 19 jul 2016, 14h19 - Publicado em 17 jul 2012, 19h03

O atacante Obina foi alvo de críticas durante a carreira em relação ao seu condicionamento físico, por ter atuado acima do peso por alguns clubes. Nesta terça-feira, na apresentação oficial ao Palmeiras, o reforço exibiu sua forma ao trocar de camisa e avisou que não tem problemas com a balança, mas explicou que ficaria feliz em emagrecer mais um pouco.

‘Lógico que tenho aquele pensamento de que não posso ganhar muito (peso), mas cheguei superbem, do jeito que eu gosto. Se perder mais um pouco, vai ser bom para mim e para o clube, mas espero não dar trabalho para a nutricionista’, afirmou, sorrindo.

Ao receber a camisa 21 das mãos do vice-presidente de futebol, Roberto Frizzo, diante de um batalhão de fotógrafos e cinegrafistas, Obina tirou o uniforme de treinos e vestiu o novo, sem se incomodar em mostrar o peitoral. Geralmente, os atletas costumam colocar uma camiseta sobre a outra nas apresentações.

Depois de um ano e meio na China, o jogador ainda explicou que não se adaptou à culinária do país asiático e se alimentava bastante de frango, além dos pratos brasileiros que sua esposa conseguia preparar com os ingredientes disponíveis.

Publicidade

No Palmeiras, a comissão técnica conta com a nutricionista Alessandra Favano, que trabalha no clube desde fevereiro de 2010 e monitora a alimentação do elenco. No início do ano passado, a diretoria tentou economizar em diárias de hotel tirando a profissional das concentrações, mas a decisão gerou muita reclamação do técnico Luiz Felipe Scolari, que exigia a presença da nutricionista junto ao elenco.

Neste retorno ao Palestra Itália, apesar de garantir ter deixado no passado problemas com peso, Obina explicou que não mudou tanto em relação à primeira passagem pelo clube, em 2009.

‘Ganhei um pouco mais de maturidade e penso um pouco mais, mas não mudei em relação ao que eu fui no Flamengo e no Palmeiras. Estou bem psicologicamente e vou tentar fazer o máximo, jogando meu melhor futebol para o clube sempre vencer’, concluiu.

Publicidade