Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘O que aconteceu hoje é vergonha para a equipe’, diz diretor da Ferrari

Carros de Charles Leclerc e Sebastian Vettel se chocaram e os pilotos tiveram que abandonar o GP do Brasil a 7 voltas para o fim

Por Da redação - 17 nov 2019, 23h08

O diretor da Ferrari, Mattia Binotto, afirmou neste domingo, 17, que os pilotos Charles Leclerc e Sebastian Vettel deveriam “se sentir mal” por toda a equipe após a colisão que os obrigou a abandonar o GP do Brasil em Interlagos.

“O toque foi muito leve mas as consequências foram muito grandes. Estamos todos desapontados”, disse. “Os pilotos deveriam se sentir mal pela equipe”.

O engenheiro afirmou ainda que “erros bobos” devem ser evitados. “Eles sabem que erros bobos ainda são erros. O que aconteceu hoje é uma vergonha para a equipe”.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) venceu neste domingo um emocionante Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, no qual as Ferraris do monegasco Charles Leclerc e do alemão Sebastian Vettel se chocaram e tiveram que abandonar a prova a 7 voltas para o fim.

Continua após a publicidade

O incidente entre as Ferraris abriu uma brecha para que o francês Pierre Gasly, da Toro Rosso, subisse ao pódio pela primeira vez na carreira ao cruzar a linha de chegada em segundo lugar, praticamente colocado com o já sagrado campeão do mundo Lewis Hamilton (Mercedes).

Publicidade