Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O day after de J. Hawilla

O empresário J. Hawilla está há quase um ano sem vir ao Brasil. Enquanto prestava depoimentos aos investigadores americanos, foi proibido de deixar os Estados Unidos. Na primeira fase das investigações, ficou em Nova York, sob a guarda do FBI. Em dezembro, depois de firmado o acordo com a Justiça, voltou para sua casa em Miami, onde sua esposa, Eliani, o esperava. Manteve a tornozeleira eletrônica. Agora, depois de deflagrada a operação que capturou dirigentes da FIFA, o empresário poderá viajar, porém, apenas dentro dos Estados Unidos. Para sair, só com autorização judicial. O próximo passo será ajudar seus filhos, Stefano e Rafael, a dar novo rumo aos negócios da família, que incluem não só a Traffic, mas também a TV TEM, afiliada da Rede Globo no interior de São Paulo. O acordo de 151 milhões de dólares com a Justiça americana descapitalizou o conglomerado e os filhos já estão em busca de compradores para alguns de seus ativos. A TV TEM, por ora, não está na mesa de negociação. Até o momento, Hawilla desembolsou apenas 25 milhões de dólares para honrar o acordo. (Ana Clara Costa, de São Paulo)