Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novo técnico do São Paulo se diz orgulhoso: ‘É um gigante do Brasil e da América’

O argentino Edgardo Bauza, de 57 anos, foi anunciado nesta quinta-feira pelo clube do Morumbi e é uma das apostas para a Libertadores 2016

O novo técnico do São Paulo, o argentino Edgardo Bauza, anunciado nesta quinta-feira, é a primeira grande contratação da equipe paulista para o ano de 2016. A classificação para a próxima edição da Libertadores aliviou uma temporada conturbada no âmbito político no Morumbi. E nada melhor do que um treinador experiente na competição: Bauza foi campeão com a LDU, em 2008, e também faturou o maior torneio de futebol das américas em 2014, desta vez com o San Lorenzo.

Em sua primeira passagem como técnico no Brasil, o argentino se mostrou contente: “O São Paulo é um gigante do Brasil e da América. É um orgulho para mim. A equipe tem grandes jogadores como Ganso e Centurión. Juan Carlos Osório comandou o time e eu tenho uma metodologia parecida com a dele”, declarou Bauza à rádio da emissora Fox Sports.

A aposta no técnico é grande. O clube não ganha um título desde a Copa Sul-Americana, em 2012, e não fatura o troféu do Campeonato Paulista e da Libertadores desde 2005. Com sua vinda, a chance de trazer jogadores com os quais trabalhou e que mantém boa relação de confiança é grande. Para compor o elenco, que teve importantes baixas com as saídas de Luis Fabiano, Alexandre Pato e aposentadoria do ídolo Rogério Ceni, a diretoria já trabalha com a ideia de contratar até cinco reforços com a ajuda do crivo de Bauza. No elenco, há dois estrangeiros: os atacantes Wilder, colombiano, e o argentino Centurión, tido como promessa para esta temporada, mas que não teve boa adaptação no time.

O São Paulo começará a pré-temporada no meio de janeiro e no fim do mês já estreia contra o Red Bull Brasil pelo Campeonato Paulista. O principal desafio virá logo depois na Pré-Libertadores – o sorteio para definir as chaves será feito na próxima terça-feira.

Leia também:

Com Pato no banheiro, jogadores celebram Dia das Crianças

Dunga justifica opção por Ricardo Oliveira e diz que ‘choro’ pesou contra Pato

Técnico Osorio compara Pato a Robben, Ribéry e Di María

(Da redação)