Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No Sport, Bruno Aguiar reencontra o Santos e teme fator Vila

O zagueiro Bruno Aguiar foi contratado pelo Sport no início do ano, após duas temporadas na reserva da dupla Edu Dracena/Durval no Santos. Trazendo na bagagem títulos de Copa do Brasil, Libertadores e Paulistão (duas vezes), o defensor não demorou a se consolidar como titular da zaga do Leão da Ilha. Neste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Vila Belmiro, o Sport visita o Santos na Vila Belmiro contando com o zagueiro símbolo de raça.

Trazido pelo técnico Dorival Júnior junto ao Guarani, Bruno Aguiar teve a oportunidade de participar da geração mais vencedora do Santos após a Era Pelé, mas nunca teve o privilégio de ser titular. A experiência, no entanto, jamais será esquecida, de acordo com o jogador que foi liberado pela diretoria do Peixe para assinar com o Leão.

‘Foram dois anos maravilhosos, mas agora eu defendo o Sport e só penso no Sport. Nesse jogo de domingo temos que tomar cuidado, porque o Santos é muito ofensivo na Vila. Parece que tem um jeito diferente. A torcida fica muito perto, é um estádio pequeno. Precisamos segurar o entusiasmo, marcar bem e mostrar que estamos lá para jogar também. Porque ficar só defendendo não adianta’, disparou o companheiro de Edcarlos na zaga do Sport.

O que alivia Bruno Aguiar é o fato de que o Santos, provavelmente, terá apenas reservas na Vila Belmiro. Envolvido na disputa da Copa Libertadores, o Alvinegro Praiano encara o Vélez Sarsfield-ARG nesta quinta, valendo vaga na semifinal do torneio continental. ‘Longe da praia de Santos’, o zagueiro torce pelo ex-clube com a intenção de não ter pela frente Neymar e Cia no domingo.

‘Claro que quero ver a alegria dos amigos que deixei lá, mas só quinta, porque sábado vai ser outra história. Eu fiquei dois anos lá sem ter esse alívio de não ter o Neymar pela frente. Mas em se tratando do elenco do Santos, não tem como falar em alívio. O Borges sempre foi um artilheiro e estava na reserva nos últimos jogos, por exemplo. Então, vai ser um jogo difícil do mesmo jeito’, encerrou o defensor.

Felipe Azevedo também reencontra o Peixe – No último confronto entre Santos e Sport, em 2009, o Santos venceu por 1 a 0 com gol marcado justamente pela grande contratação da equipe para o Campeonato Brasileiro da Série A de 2012. O atacante recordou do feito sem rancor, mas motivado a devolver na mesma moeda ao time paulista.

‘Hoje eu sou Sport. Vou me dedicar o máximo possível para dar alegria para esse time. Do lado contrário, espero poder dar o troco. Agora não pode ficar colocando nenhum monstro, tem que fazer o simples’, afirmou o ex-atacante do Peixe.