Clique e assine com até 92% de desconto

No Mesa Redonda, Datena critica Teixeira e diz temer por 2014

Por Da Redação 11 set 2011, 23h02

Ricardo Teixeira, Mano Menezes, CBF. Os alvos foram muitos. Como de costume, o jornalista José Luiz Datena foi duro em suas opiniões durante participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, na noite deste domingo.

‘Eu odeio o Ricardo Teixeira, não gosto dele. Nem pessoal, nem profissionalmente. Há 11 anos esse cara não ganha nada. Mas brigar com ele é uma gelada’, disparou Datena, que disse temer pela Copa de 2014, no Brasil.

‘A gente pode perder (o direito de sediar) essa Copa e ficar sem legado nenhum’, disse, depois de criticar o uso de dinheiro público nas obras que visam ao Mundial. ‘Vão roubar pra caramba para construir estádio. O estádio do Corinthians já estava orçado em mais de R$ 1 bilhão. Se não houvesse uma chiadeira, não cairia pra R$ 750 milhões’.

A boa fase de Leandro Damião serviu como pretexto para mais críticas, desta vez direcionadas à Seleção Brasileira. ‘Já houve convocações piores que essa (para o Superclássico das Américas, contra a Argentina, quarta-feira). Eu tenho uma tese: os caras convocam para vender. O cara põe a camisa da Seleção, sai na foto e é vendido. Você quer mais que aquele Afonso? Esse menino (Damião) é diferente. Eu não tinha visto jogar e achei que fosse dessa leva, mas esse moleque não é. É humilde, bom centroavante, marca gol pra caramba. Há muito tempo a gente não tinha um centroavante como esse’, acrescentou.

Datena ainda criticou o ex-presidente palmeirense, Luiz Gonzaga Belluzzo, pela demissão de Vanderlei Luxemburgo, em 2008. Reclamou da atual diretoria do Verdão, que segundo ele ‘só prejudica o time há muito tempo’, e chegou a aconselhar o técnico Luiz Felipe Scolari a pedir demissão: ‘ele é grande demais para passar por essa humilhação’.

Com bom humor, falou que o lateral direito paraguaio Iván Piris, do São Paulo, está precisando encontrar sua ‘xícara’ após o drible que levou de Julio César na derrota para o Grêmio, neste domingo. Ainda sobre o Tricolor, disse que a briga com o Corinthians por causa do Morumbi é ‘idiota’, e lembrou que a briga política do clube com a Federação Paulista e a CBF podem prejudicar a briga por títulos.

Continua após a publicidade
Publicidade