Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No Inter, uruguaio Forlán diz querer jogar no ataque

Por AE

Porto Alegre – O atacante Diego Forlán foi recebido neste sábado, em Porto Alegre, com toda a pompa que merece o melhor jogador da última Copa do Mundo. O uruguaio, recepcionado por cerca de 3 mil torcedores do Internacional no Aeroporto Salgado Filho, pela manhã, foi apresentado à imprensa à tarde, em um hotel na capital gaúcha, e prometeu retribuir tanto carinho.

“Foi uma recepção que nunca pensei que fosse ter. Foi incrível. Nunca pensei que a torcida seria assim e, na verdade, é uma experiência nova e espetacular. Gostaria de jogar bem pelos meus companheiros e pela torcida”, disse Forlán, em sua apresentação.

O uruguaio recebeu a camisa 7 colorada das mãos do ídolo Claudiomiro, que desejou que ela “seja muito bem usada”. “Vista essa camisa com orgulho e faça muitos gols. Nós vamos ser campeões brasileiros. Em dezembro eu vou estar aqui para entregar a faixa pra ele, eu tenho certeza”, cravou o ex-atacante.

Já o vice-presidente de futebol, Luciano Davi, ao apresentar Forlán, destacou a importância do torcedor na viabilização desta contratação. “Pode ter certeza que o dinheiro investido pelo torcedor colorado é muito bem investido”, disse ele, em referência ao bem-sucedido projeto de sócio-torcedor que o Internacional tem, e que gera renda para pagar reforços de peso como Forlán.

Vindo de férias no futebol europeu, o craque ainda não está pronto para jogar. Mas promete se colocar à disposição o quanto antes. “Não posso dizer quantos dias, mas espero que em breve. Sou um jogador que gosta de jogar todas as partidas, ainda mais os jogos importante”, revelou.

Com relação à posição em que pretende atuar, se como atacante ou meia, Forlán não pestanejou em dizer que gosta de jogar mais adiantado. E praticamente delegou Dagoberto ao banco de reservas, destacando que no meio-campo o time já está bem servido. “Eu sempre joguei atacante e gosto muito. Gosto demais de jogar de atacante. Aqui tem jogadores como Oscar e D’Alessandro atrás e se estão eles, prefiro jogar um pouco mais adiante.”