Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No Grupo C, Itália tenta a primeira vitória diante da líder Croácia

A Itália entra em campo nesta quarta-feira, às 13 horas (de Brasília), para medir forças com a Croácia no Estádio Municipal de Poznan, em Poznan, na Polônia, pela segunda rodada do Grupo C da Eurocopa. Os italianos estrearam empatando por 1 a 1 com a Espanha e buscam a primeira vitória na competição. A tarefa, porém, está longe de ser das mais tranquilas, haja vista que os croatas lideram a chave após vencerem a Irlanda por 3 a 1 e garantirão a classificação para as quartas de final em caso de novo triunfo.

Cesare Prandelli, técnico da Itália, acredita que sua equipe tenha plenas condições de conquistar um resultado positivo diante da Croácia caso consiga repetir o volume de jogo demonstrado diante dos espanhóis. ‘Nós podemos sim conseguir começar uma campanha de vitórias a partir deste jogo contra a Croácia. Estivemos muito perto da vitória contra a Espanha e, jogando a mesma coisa, fatalmente ficaremos próximos do resultado positivo’, disse Cesare Prandelli.

O treinador italiano antecipou que não pretende fazer mudanças em sua equipe. ‘Não vejo motivo para mudar o time e nem o nosso estilo de jogo’, disse o comandante.

Pelo lado da Croácia, Slaven Bilic também vai manter a base que derrotou os irlandeses na estreia. Ele considera a partida diante dos italianos como chave na luta pela classificação.

‘Respeitamos muito a seleção italiana, que é uma gigante. Mas não queremos chegar na última rodada tendo que decidir a nossa classificação contra a Espanha. Precisamos vencer esse confronto e depois ver o que acontece com o grupo. O foco neste momento é ganhar o jogo desta quinta-feira e vamos a campo com esse pensamento’, afirmou Slaven Bilic.

FICHA TÉCNICA

ITÁLIA X CROÁCIA

Local: Estádio Municipal de Poznan, em Poznan (Polônia)

Data: 14 de junho de 2012, quinta-feira

Horário: 13 horas (de Brasília)

Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)

ITÁLIA: Buffon, Giaccherini, Chiellini, Bonucci e Maggio; De Rossi, Marchisio, Thiago Motta e Pirlo; Cassano e Balotelli

Técnico: Cesare Prandelli

CROÁCIA: Pletikosa, Srna, Corluka, Schildenfeld e Strinic; Rakitic, Modric, Vukojeviæ e Perisic; Jelavic e Mandzukic

Técnico: Slaven Bilic