Clique e assine a partir de 9,90/mês

No Coxa, confiança é palavra de ordem para reverter placar da final

Por Da Redação - 10 jul 2012, 14h18

‘Os jogadores estão absolutamente tranquilos, confiantes’, resume o técnico Marcelo Oliveira. Adotando a confiança como palavra de ordem para reverter a vantagem de 2 a 0 do Palmeiras, na final da Copa do Brasil, o Coritiba se concentra para o duelo desta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio Couto Pereira, que define o título da competição nacional e o time que ganhará vaga na disputa da Libertadores de 2013.

A equipe treina pela última vez no final da tarde desta terça e só então inicia o regime de concentração para o confronto decisivo. Titular do Coxa na derrota da Arena Barueri, semana passada, o meio-campista Everton Ribeiro confia na reversão do placar e vê o Couto Pereira como fator determinante na conquista do título da Copa do Brasil.

‘Estamos confiantes em reverter o resultado que tivemos na semana passada. Temos que respeitar o Palmeiras, mas quero muito esse título inédito, ainda mais dentro de casa. Dar essa alegria para a nossa torcida, que estará em peso no estádio, será muito legal’, descreveu uma das principais peças do setor ofensivo da equipe paranaense.

Os jogadores do Coritiba costumam dizer que o ‘grupo está fechado’ em busca do título da Copa do Brasil, mas reconhecem que a vantagem construída pelo Palmeiras é significativa. Como motivador do plantel na véspera de um dos momentos mais importantes da história da equipe, o comandante espera dificuldades, mas acredita no título.

Continua após a publicidade

‘Os jogadores estão absolutamente tranquilos, confiantes. Naturalmente lamentamos a derrota em São Paulo, porque jogamos bem. Poderíamos ter vencido, acho que nem deveria falar do pênalti não marcado, faz parte do passado. Estamos focados e esperando o apoio dos torcedores. É um jogo especial e muito difícil’, avisou, em entrevista para a ‘ESPN Brasil.’

Publicidade