Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No ataque, Seleção antecipa chance a Kleber e valoriza fase de Borges

As contusões foram um obstáculo ao técnico Mano Menezes na definição das listas da Seleção Brasileira dos amistosos contra Costa Rica e México e do jogo contra a Argentina, pelo Superclássico das Américas. Sem Alexandre Pato, Robinho e Leandro Damião, um nome chamou atenção em uma das convocações: Kleber, do Porto, de Portugal.

Revelado pelo Atlético-MG, o atleta passou duas temporadas no Marítimo, também de Portugal, até chegar a um dos grandes clubes da Europa em 2011. Kleber tem 21 anos e seria opção até para as Olimpíadas de Londres.

‘Acompanhamos todos os campeonatos, esse é o nosso papel. O Kleber, depois da saída do Falcão Garcia, assumiu a titularidade do Porto. Ele é jovem, a gente precisa conhecê-lo. Eu pretendia fazer mais adiante, mas, em função da perda de atletas da posição, vamos realizar isso agora’, afirmou Mano Menezes.

Por jogar no exterior, Kleber está convocado apenas para os jogos contra Costa Rica e México. Na lista do confronto contra a Argentina, apenas com opções do futebol nacional, a novidade no ataque da Seleção Brasileira é o centroavante Borges, artilheiro do Campeonato Brasileiro com 18 gols pelo Santos.

‘É desnecessário falar do Borges, um jogador que faz gols por onde passa. Ele tem mais idade (completa 31 anos em outubro), mas atravessa um momento espetacular. Levamos isso em consideração’, ponderou Mano Menezes.

Mesmo com os elogios, Borges deve começar o jogo contra a Argentina no banco de reservas. Afinal, ele terá a concorrência no ataque de Fred, do Fluminense, uma opção com muito mais bagagem na Seleção Brasileira.