Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nezinho e Benite são cortados da seleção de basquete

Por AE

São Paulo – Durou apenas uma semana a passagem de Nezinho e Benite pelo grupo principal da seleção brasileira de basquete. Nesta segunda-feira, o técnico Rubén Magnano anunciou o corte dos dois, reduzindo a 13 os atletas que seguem se preparando para a Olimpíada. Caio Torres e Augusto Lima disputam a última vaga no grupo de 12 que vai a Londres.

O armador Nezinho, do Brasília, e o ala-armador Vitor Benite, recém-contratado pelo Flamengo (ele jogou a última temporada em Limeira) estavam no grupo que ficou no terceiro lugar no Campeonato Sul-Americano, encerrado há oito dias. Depois, foram integrados, junto com o pivô Augusto Lima, ao grupo que treina com Magnano. Os três estiveram em torneio amistoso jogado semana passada em São Carlos (SP), mas os armadores não agradaram.

Com isso, praticamente fica confirmada a presença de Raulzinho, de 20 anos recém-completados, nos Jogos Olímpicos. Além dele, Larry Taylor e Marcelinho Huertas seriam os dois outros armadores.

A dúvida fica para o garrafão. Tiago Splitter, Nenê, Anderson Varejão e Guilherme Giovannoni estão garantidos. Assim, Caio Torres, do Flamengo, e Augusto Lima, do Unicaja (Espanha), brigam pela última vaga, que seria de Rafael Hettsheimer ou Murilo se ambos não tivessem se machucado.

O grupo será fechado pro Magnano após o torneio Super 4 de Foz do Iguaçu, entre os dias 11 e 12 de julho. Antes disso, o Brasil disputará o Super 4 da Argentina, entre 5 e 6 do mesmo mês.