Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymarzetes e corintiano da Nigéria roubam a cena na chegada do Santos

Em meio a diversos membros de torcidas organizadas do Santos, um africano com a camisa do Corinthians e um grupo de meninas ansiosas pela passagem de Neymar se destacavam no saguão do Aeroporto Internacional de Cumbica, na manhã desta terça-feira, quando a delegação alvinegra chegou do Japão após o Mundial de Clubes.

O movimento em frente ao portão de desembarques internacionais ainda era pequeno quando o nigeriano que se apresentou como Aquim se levantou e gritou: ‘Neymar está vindo aí? Eu quero ver o Messi!’. Os poucos santistas que aguardavam a chegada dos jogadores fizeram cara feia, mas o corintiano não se intimidou.’Estou no Brasil há 20 anos e sou Corinthians. Gostei do time, é da massa, do povo. Time do povão? Aí eu abraço’, gargalhou ele, batendo com orgulho no escudo do Timão. ‘O Santos é bom time, mas não tem como ganhar do Barcelona. Neymar pode até ser melhor do mundo um dia, mas o Messi não ganha prêmios por acaso. Dessa vez não deu’, tripudiou.

O encontro de Aquim com os fanáticos pelo Peixe foi apenas uma coincidência, já que ele estava voltando da Nigéria sem saber que os atletas do clube praiano passariam pelo mesmo local. Ainda assim, ele brincou e virou o centro das atenções por alguns minutos. O africano só abandonou o sorriso quando falou sobre um possível confronto entre Corinthians e Barça. ‘Se fosse o Coringão lá? Ixi, aí não sei, meu. A gente é campeão brasileiro, mas…’.

Próximas dali, três pequenas garotas vestidas como se fossem a uma festa debatiam sobre a atuação do ídolo Neymar no Mundial de Clubes e torciam para que o atacante parasse para tirar fotos e conceder autógrafos – o que acabou não acontecendo, devido a uma enorme aglomeração. Fernanda e Carolina Augusto, mãe e filha, também aguardavam pelo camisa 11.’Chegamos às 2 horas da manhã e ficamos sentadas esperando, sem dormir. Temos que apoiar o time porque 2012 está aí’, contou Carolina, que carregava um cartaz dizendo que Neymar é o melhor jogador do mundo. ‘É para dar apoio para ele e mostrar que, mesmo perdendo para o Messi, ele é o melhor’.

A espera das torcedoras foi frustrada. Quando Neymar passou, os dez seguranças do clube impediram o contato dele com os fãs. Foi assim com todos os atletas, que pouco deram atenção a quem tentava se aproximar.