Clique e assine a partir de 8,90/mês

Neymar relembra gols de Zidane na chegada da seleção a Paris

Na quinta-feira, equipe brasileira fará amistoso contra a França, numa reedição da final da Copa de 1998 no Stade de France

Por Da Redação - 23 mar 2015, 12h02

O capitão Neymar se apresentou animado à seleção brasileira na manhã desta segunda-feira, em Paris. Usando chapéu e óculos escuros, o atacante contou que quase não dormiu após a vitória do Barcelona no clássico contra o Real Madrid e afirmou que espera um grande jogo entre Brasil e França, em amistoso marcado para quinta-feira, às 17h (de Brasília) no Stade de France. O atacante evitou clima de revanche, mas disse se lembrar da partida mais marcante entre as duas seleções no estádio, a final da Copa de 1998.

Leia também:

Promotoria da Espanha pede prisão de dirigentes do Barcelona por contratos de Neymar

Torcedores do Real Madrid protestam e chutam carros dos atletas após derrota em clássico

David Luiz, Marquinhos e Tardelli são cortados da seleção brasileira

Continua após a publicidade

Júlio César: ‘Meu tempo na seleção ainda não acabou’

“Lembro de alguns lances do jogo, mas muito dos três gols da França. Ficou todo mundo muito triste lá em casa”, contou Neymar, que tinha apenas seis anos quando a seleção francesa bateu o Brasil por 3 a 0, com dois gols de Zinedine Zidane e um de Emmanuel Petit. “Gosto de jogar partidas assim. Duas grandes seleções, estádio lotado, na casa do adversário. Vai ser um jogão, mas não tem nada a ver com 1998. Essa história já foi superada. O Brasil é pentacampeão”, afirmou o camisa 10, em declarações reproduzidas no site da CBF.

O zagueiro Gabriel Paulista, do Arsenal, também desembarcou em Paris nesta manhã e se uniu à seleção pela primeira vez. Convocado após os cortes de Marquinhos e David Luiz, ambos do PSG, o jogador revelado no Vitória admitiu que não esperava ser lembrado por Dunga. “Foi uma surpresa boa, um momento de muita felicidade. É sinal de que meu futebol vinha sendo observado, o que é muito bom e me estimula ainda mais a continuar tendo boas atuações no Arsenal”, afirmou.

A maioria dos atletas da seleção chegou à concentração nesta manhã – apenas a comissão técnica, os jogadores que atuam no Brasil e o atacante Luiz Adriano, do Shakhtar, haviam chegado no domingo. A equipe realizará seu primeiro treino no estádio Sébastien Charléty na tarde desta segunda-feira.

Estreante Gabriel Paulista chega ao hotel da seleção brasileira em Paris
Estreante Gabriel Paulista chega ao hotel da seleção brasileira em Paris VEJA

​(da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade