Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Neymar poderá jogar no Real Madrid a partir de 2012

Clube espanhol espera fechar o negócio antes da Copa América, para driblar concorrência, mas deixará Neymar jogar mais uma temporada no Santos

Por Da Redação 10 jun 2011, 12h37

Em 2010, o Chelsea, da Inglaterra, chegou a oferecer 35 milhões de euros (mais de 80 milhões de reais) para contratar Neymar. Parecia que o jogador iria deixar o Brasil, mas Luis Álvaro, presidente do Santos, ofereceu um plano de carreira e um aumento salarial para o atacante continuar no país. Mas isso deve durar pouco tempo. Na quinta-feira, Wagner Ribeiro, empresário de Neymar, disse que o jogador pode deixar o Brasil rumo ao Chelsea por 105 milhões de reais. E outros clubes europeus já estão de olho no jovem santista – em especial o poderoso Real Madrid, da Espanha.

Nesta sexta-feira, o diário espanhol Marca revelou que o clube merengue está elaborando uma proposta para contratar Neymar. Para não pagar todo o valor pedido pelo time brasileiro, o Real Madrid compraria o jogador e deixaria que ele jogasse mais uma temporada em seu clube atual. Para a publicação espanhola, o negocio beneficiaria os dois lados: Neymar jogaria mais um ano no Santos e o Real Madrid teria um dos jogadores mais promissores do mundo a partir de 2012.

O time merengue pretende fechar o negócio antes do começo da Copa América, em julho. A ideia é que o torneio não sirva de vitrine para projetar Neymar para outros clubes europeus, fazendo com que os espanhóis desembolsem mais dinheiro. O Real Madrid tem uma única exigência na transação: fecharia o negócio em 2011, mas só pagaria o valor combinado quando Neymar vestisse a camisa do clube merengue. Libertadores – Motivado pela chance de conquistar a Libertadores, competição que não é vencida pelo Santos há 48 anos, Neymar revelou que sonha todos os dias com o que pode ser o título mais importante de sua jovem e promissora carreira. “Quando deito para dormir, sempre sonho com esse título. E para conquistar alguma coisa na vida a gente tem que sonhar. Porém, não basta sonhar, temos que buscar isso dentro de campo”, disse Neymar. Questionado sobre se ganhar a Copa Libertadores elevaria essa geração a ponto de ser chamada de “Era Neymar”, o atacante rejeitou a afirmação. Para ele, o Santos possui um grupo muito forte e, por este motivo, os méritos devem ser divididos caso o time conquiste o tão sonhado título da Libertadores. “Fico muito feliz de ter alcançado tantas metas, tão novo (com apenas 19 anos). Mas o meu foco é no grupo, nunca individual. Por isso, se formos campeões não digo que será possível chamar esse período de ‘Era Neymar’. Esse é o Santos 2011”, concluiu. (Com agência Gazeta Press)

Publicidade