Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar marca seu primeiro gol em goleada do Barcelona

Atacante brasileiro fez o primeiro na vitória por 7 a 1 sobre a Tailândia

Na estreia como titular, Neymar fez seu primeiro gol pelo Barcelona nesta quarta-feira, ao disputar os 45 minutos iniciais da goleada por 7 a 1 sobre a seleção da Tailândia, em amistoso em Bangcoc. Em seu terceiro jogo com o novo clube, o atacante brasileiro iniciou a partida ao lado do argentino Lionel Messi, com quem fez algumas jogadas. O próximo amistoso do Barcelona é no sábado, contra um combinado da Malásia, em Kuala Lumpur.

Leia também:

Em dia de ‘festa’ de Neymar, Barcelona faz 8 a 0 no Santos

Neymar estreia no Barcelona: 15 minutos em campo

Neymar tinha participado de dois amistosos na pré-temporada do Barcelona. Entrou nos 15 minutos finais do empate por 2 a 2 com o Lechia Gdansk, na Polônia, e disputou todo o segundo tempo da goleada por 8 a 0 sobre o Santos no Camp Nou. Nas duas ocasiões, não marcou gol e jogou pouco tempo com Messi – foram apenas 16 minutos contra os santistas.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Nesta quarta, Neymar fez o primeiro gol dele e do Barcelona no amistoso: logo aos 11 minutos, dentro da área, Fàbregas tocou para Neymar desviar para o gol. A defesa tailandesa reclamou da posição de impedimento do brasileiro.

Leia também:

Pelé aposta em Neymar como melhor jogador do mundo

Neymar estreia no Barcelona: 15 minutos em campo

O Barcelona fez mais quatro gols no primeiro tempo, sempre com participação de Messi, que marcou dois, em cobrança de pênalti aos 13 minutos e após passe do lateral brasileiro Adriano, aos 24. O argentino deu passe para os outros dois de Pedro, aos 18 e aos 34. Aos 41, a Tailândia diminuiu com Dangda, que bateu pênalti cometido pelo zagueiro Bagnack.

Leia também

Após perder 7 quilos, Neymar diz que já pode treinar

Neymar tem anemia, mas seguirá treinando, diz Barcelona

Em recuperação de uma anemia, que, segundo o Barcelona, é natural após a cirurgia para retirada das amígdalas, Neymar deixou o amistoso no intervalo – o chileno Alexis Sánchez entrou em seu lugar. Junto com ele, o técnico também tirou Messi, Daniel Alves e Piqué.

(Com Estadão Conteúdo)