Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar e Daniel Alves são alvos de racismo na Espanha

Segundo imprensa do país europeu, gritos de macaco foram direcionados aos dois brasileiros. Durante a partida, uma banana foi arremessada em campo

Um ato de racismo marcou o clássico entre Espanyol e Barcelona disputado neste sábado, no Estádio Cornellà-El Prat. Torcedores do time da casa arremessaram uma banana no gramado. Parte do público também teria imitado sons de macaco durante a partida, vencida pelo Barça por 1 a 0, com gol de pênalti do argentino Lionel Messi. Os alvos: os brasileiros Neymar e Daniel Alves, segundo informa a imprensa espanhola.

Leia também

Racismo contra Tinga rende multa de R$ 27.890 a time peruano

Torcida passa madrugada no aeroporto para apoiar Tinga

Durante todo o jogo, o camisa dez da seleção brasileira escutou muitas vaias dos torcedores – principalmente depois de sofrer o pênalti que originou o único gol da partida e ao ser substuído pelo chileno Alexis Sánches a dez minutos do final. Durante o confronto, Neymar também se desentendeu e discutiu com alguns jogadores adversários.

Os casos de racismo são comuns no futebol espanhol. Após ser insultado dessa forma em um clássico com o Real Madrid, em janeiro do ano passado, Daniel Alves chegou a definir a situação como ‘rotineira’. “É uma lástima, porque se não forem tomadas medidas mais drásticas isso continuará ocorrendo”, afirmou, na época, o lateral-direito.

Leia também

Jogadores, clubes e CBF condenam racismo contra Tinga

Tinga, do Cruzeiro, é alvo de racismo na Libertadores

(Com Gazeta Press)