Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Neymar diz que gosta de farra e não assiste a futebol

Em entrevista a Jô Soares, atacante do Barcelona falou sobre hábitos e expectativa para as Olimpíadas do Rio de Janeiro

Por Da Redação Atualizado em 13 jul 2016, 20h30 - Publicado em 13 jul 2016, 09h43

Neymar está de volta. Com as animadíssimas férias chegando ao fim, o craque do Barcelona compareceu ao Programa do Jô, da Rede Globo, exibido na madrugada desta quarta-feira, e falou sobre seleção brasileira, Olimpíada do Rio de Janeiro, o momento difícil vivido pelo amigo Lionel Messi e também sobre o que gosta de fazer no tempo livre. O jogador admitiu que não gosta de assistir a futebol.

“Eu não gosto de assistir a futebol. Ou eu jogo ou não assisto, porque fico muito nervoso”, disse o atacante, sem qualquer constrangimento. Ele disse ainda que seu filho, Davi Lucca, de quatro anos, também não acompanha o esporte por enquanto. “Ele não gosta de futebol. Hoje, eu estava treinando e o chamaram para jogar futebol, mas ele respondeu que não gosta e que prefere ficar no iPad.”

Messi e Neymar: sintonia até nas roupas de banho

Neymar contou que nos primeiros anos de Barcelona chegou a “tremer” ao ver os grandes craques do futebol mundial a seu lado. “Logo que eu cheguei, dei de cara com Messi, Xavi, Iniesta, Daniel Alves, Piqué…eu pensava ‘caramba, parece que estou no videogame’. É difícil ver os seus ídolos no vestiário, mas depois fui acostumando com o tempo”.

Leia também:
Tribunal espanhol arquiva investigação contra Neymar
Multa rescisória de Neymar pode chegar a R$ 885 milhões
Neymar se desculpa por ‘chilique’ após eliminação: “Me excedi”

O jogador brasileiro ainda admitiu ser o mais festeiro da equipe catalã. “A galera do Barcelona é mais tranquila, só eu que gosto da farra mesmo (risos).” Ele ainda deu a entender que o companheiro Messi deve repensar a aposentadoria da seleção argentina. “Futebol sem Messi e Messi sem futebol não é uma coisa que combina. Quem gosta de futebol, quer ver o melhor sempre em campo”, disse.

Neymar disse ter voltado a treinar, já visando a disputa das Olimpíadas do Rio de Janeiro e elogiou o técnico da equipe olímpica Rogério Micale. “Tenho certeza que o Micale vai fazer um grande trabalho e nos conduzirá ao ouro. Se ele precisar da minha ajuda, estarei ali para ajudar”. Em outro arroubo de humildade, disse que espera agradar o treinador da seleção adulta, Tite. “Para mim, será uma grande honra trabalhar com ele. Mas, claro, primeiro terei que ser convocado”.

Continua após a publicidade
Publicidade