Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Neymar descarta surpresa e pede movimentação para furar bloqueio

Por Da Redação - Atualizado em 19 jul 2016, 14h17 - Publicado em 19 jun 2012, 20h28

Com a necessidade de vencer a qualquer custo, o Santos deve ter uma postura bastante ofensiva diante do Corinthians, no jogo marcado para esta quarta-feira, às 21h50 (horário de Brasília), no Pacaembu, pelas semifinais da Copa Libertadores da América. Apesar de o Peixe ter que ganhar para chegar a mais uma final da competição, o atacante Neymar descartou qualquer tipo de surpresa tática para cima do rival, na partida que vale a definição do finalista brasileiro da Libertadores.

‘Não vai ter surpresa nenhuma amanhã (quarta). A única coisa é que só a vitória interessa (1 a 0 leva para os pênaltis e, qualquer outro placar, dá a vaga direto). Então, nós vamos fazer de tudo para vencer a partida’, prometeu a Joia, que elogiou bastante o sólido sistema defensivo do adversário.

‘Sem dúvida nenhuma o Corinthians possui uma ótima defesa. Eles vem demonstrando isso há algum tempo e comprovando isso na Libertadores (o Timão sofreu apenas dois gols no torneio). Desta maneira, nós precisamos voltar a jogar o nosso melhor futebol, ser o Santos de sempre. O meu papel vai ser ajudar a equipe do Santos a criar chances de gols e aproveitá-las. Esperamos fazer os gols para sairmos classificados de lá’, comentou.

Perguntado sobre como furar esse bloqueio corintiano, Neymar acredita que paciência com a posse de bola e uma movimentação intensa dos jogadores do setor ofensivo, devem ajudar os santistas a chegar com mais eficiência e em condições mais favoráveis, ao gol rival.

Publicidade

‘Acho que trabalhar a posse de bola e ter calma, paciência, será fundamental. Além disso, a nossa movimentação tem que ser sempre constante. Apesar de precisarmos da vitória, temos que manter a tranquilidade para chegarmos aos gols. Temos que nos impor, mas sem afobamento’, recomendou Neymar, autor de sete gols na caminhada do Alvinegro Praiano nesta atual edição da Copa Libertadores.

Publicidade