Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar defende seleção brasileira e Messi: ‘Não se pode ganhar sempre’

Atacante diz que 'assume responsabilidade' e vê o Brasil com uma boa base para a disputa das Eliminatórias da Copa de 2018

Neymar disse não ter se abalado com as críticas ao seu desempenho e ao da seleção brasileira na Copa América, após a eliminação nos pênaltis para o Paraguai nas quartas de final. Em entrevista ao jornal espanhol Sport nesta quinta-feira, o atacante do Barcelona assumiu a culpa por sua suspensão após confusão no jogo contra a Colômbia e considerou que, apesar do fracasso, o torneio serviu para o grupo amadurecer.

Leia também:

Prêmio de consolação: Argentina assume topo do ranking da Fifa

Os personagens do 7 a 1, um ano depois do vexame

Messi recusa prêmio de melhor da Copa América após nova decepção

Nos pênaltis, Chile bate a Argentina e conquista a Copa América

“Assumo sempre a responsabilidade e não me escondo nunca. Mas no futebol não se pode ganhar sempre, um lado tem de saber encarar a derrota. Creio que a seleção formou uma boa base para as Eliminatórias que classificam para o próximo Mundial”. Neymar também falou sobre seu inseparável companheiro Lionel Messi, que também deixou a Copa América criticado após mais um vice. Mais uma vez, Neymar defendeu o amigo argentino. “Os que estão com ele todo o ano e os torcedores sabem que Leo é o melhor, o número 1”.

Neymar foi suspenso pela Conmebol por quatro jogos (já cumpriu dois) e deve desfalcar o Brasil nas duas primeiras partidas das Eliminatórias. Ele recebeu um cartão vermelho no jogo contra a Colômbia na primeira fase da Copa América. A CBF tenta recorrer, alegando que a punição na Copa América não deveria valer nas Eliminatórias.

(com Estadão Conteúdo)