Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar: como ator, o craque popstar ainda é mero iniciante

Ele está em todos os canais, mas ainda não estrelou uma das superproduções que fizeram a fama mundial de Ronaldo, Beckham, Cristiano Ronaldo e outros

As superproduções de empresas como Nike, Adidas e Pepsi acabam ajudando a construir super-heróis de fama internacional

Está sendo difícil fugir da imagem de Neymar – com dez contratos de patrocínio simultâneos, o jovem craque da seleção brasileira já apareceu em 1.422 inserções de TV nas cinco principais emissoras do país só nos quatro primeiros meses do ano. De acordo com informação revelada nesta quinta-feira na coluna Radar, o staff do jogador quer dar uma segurada na negociação de contratos de patrocínio, temendo que o excesso de comerciais estrelados pelo ídolo faça o público se cansar dele. Talvez seja a hora de trocar a quantidade pela qualidade – Neymar já vendeu meias, cuecas e produto contra mau cheiro nos pés, mas ainda não estrelou uma campanha internacional das marcas que mais investem em publicidade esportiva. Além de brilhar nos gramados, esse parece ser um dos pré-requisitos para que os grandes craques da atualidade conquistem projeção mundial. Nem todo seguiu de perto as carreiras de Ronaldo, Beckham, Ronaldinho Gaúcho e Cristiano Ronaldo – mas é difícil encontrar alguém, em qualquer lugar do mundo, que jamais tenha visto um dos seus anúncios de marcas como Nike, Adidas e Pepsi. As superproduções encomendadas por essas empresas não servem apenas para vender chuteiras e refrigerantes por todo o planeta. Elas também acabam ajudando a construir super-heróis de fama internacional – e de contas bancárias tão espetaculares quanto as imagens de seus comerciais.