Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar, com média atual, vai superar Pelé na seleção aos 28

Jogador do Barcelona já é o quarto maior artilheiro da história do time nacional

Neymar fez na partida contra o Uruguai, na noite de quinta-feira, em Montevidéu, seu 51º gol pela seleção brasileira. Ele é o quarto maior artilheiro da história da equipe nacional, e está a apenas quatro gols de alcançar Romário, o terceiro. Seu maior desafio é superar o número um da lista, Pelé, que tem 77, e o desempenho do atacante do Barcelona com a camisa do Brasil indica que ele vai realizar essa façanha mais cedo do que muita gente imagina.

O jogador revelado pelo Santos estreou na seleção em agosto de 2010, em um amistoso contra os Estados Unidos – e estreou com um gol. Desde então, passaram-se seis anos e sete meses, período em que Neymar alcançou a média de 0,64 gol por mês pelo Brasil. Se mantiver essa marca nas próximas temporadas, o atacante chegará a seu 78º gol pela seleção em outubro de 2020, quando terá 28 anos.

Quando marcou seu gol 77 pela seleção, em um amistoso contra a Áustria, disputado em julho de 1971, Pelé tinha 30 anos. E o Rei, na comparação com Neymar, contou com a vantagem de ter estreado pelo time nacional mais cedo, aos 16 anos – o atacante do Barcelona tinha 18 naquela partida contra os Estados Unidos. Mas é verdade também que, na época de Pelé, a seleção jogava menos do que nos dias de hoje.

Para ultrapassar o segundo maior artilheiro da seleção – Ronaldo, com 62 gols –, Neymar precisará de mais 19 meses, sempre levando em conta sua média mensal de gols pelo Brasil. Isso significa que ele deixaria o Fenômeno para trás em outubro do ano que vem, pouco depois da Copa do Mundo da Rússia.

OS DEZ MAIORES ARTILHEIROS DA SELEÇÃO BRASILEIRA

1º) Pelé, 77 gols

2º) Ronaldo, 62 gols

3º) Romário, 55 gols

4º) Neymar, 51 gols

5º) Zico, 48 gols

6º) Bebeto, 39 gols

7º) Rivaldo, 34 gols

8º) Jairzinho e Ronaldinho Gaúcho, 33 gols

10º) Tostão, 32 gols