Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

New York Giants conquistam seu 4º título do Super Bowl

Equipe derrota New England Patriots por 21 a 17 com virada no final da partida

O troféu Vince Lombardi foi pela quarta vez para o New York Giants, após vencerem a 46ª edição do Super Bowl da Liga Nacional de Futebol Americano (NFL), derrotando o New England Patriots, do quarterback Tom Brady, marido da modelo brasileira Gisele Bündchen, por 21 a 17. Assim como em 2008, no Super Bowl 42, os Giants conseguiram a recuperação nos últimos segundos.

Leia também:

O show milionário do Super Bowl

O grande destaque da partida foi o quarterback dos Giants Eli Manning, que como aconteceu em 2008 deu os passes decisivos nos minutos finais para conseguir o segundo título de Super Bowl, que o coloca entre os melhores em sua posição na história da NFL – ele foi eleito o MVP, jogador mais valioso, da final. Antes da partida, Tom Brady disse que não gostaria que Manning ficasse com a bola nos dois minutos finais, que significaria que seu time estaria atacando, mas foi o que aconteceu, e o jogador de 31 anos acertou belos lançamentos.

Leia também:

Custos para ver o Super Bowl batem recordes em Indianápolis

Os Giants começaram melhor, abrindo 9 a 0 nos minutos iniciais. Os Patriots reagiram antes do intervalo e viraram para 10 a 9, com um field goal e um touchdown. A equipe liderada por Tom Brady conseguiu um novo touchdown logo na retomada do duelo para abrir 17 a 9.

Com dois field goals, os Giants diminuíram a vantagem do Patriots para 17 a 15. Faltando um minuto para o final da partida, Ahmad Bradshaw fez um touchdown para o Giants, facilitado pela marcação dos Patriots, preocupados em deixar Brady com o máximo de tempo possível para definir a partida. A estratégia, porém, não deu certo: A defesa do Giants funcionou bem e garantiu o quarto título da equipe.Confira a relação com os campeões do Super Bowl: 1967 – Green Bay 35 x 10 Kansas City, em Los Angeles 1968 – Green Bay 33 x 14 Oakland, em Miami 1969 – N.Y.Jets 16 x 7 Baltimore, em Miami 1970 – Kansas City 23 x 7 Minnesota, em N.Orleans 1971 – Baltimore 16 x 13 Dallas, em Miami 1972 – Dallas 24 x 3 Miami, em N.Orleans 1973 – Miami 14 x 7 Washington, em Los Angeles 1974 – Miami 24 x 7 Minnesota, em Houston 1975 – Pittsburgh 16 x 6 Minnesota, em N.Orleans 1976 – Pittsburgh 21 x 17 Dallas, em Miami 1977 – Oakland 32 x 14 Minnesota, em Pasadena 1978 – Dallas 27 x 10 Denver, em N.Orleans 1979 – Pittsburgh 35 x 31 Dallas, em Miami 1980 – Pittsburgh 31 x 19 L.A.Rams, em Pasadena 1981 – Oakland 27 x 10 Philadelphia, em N.Orleans 1982 – San Francisco 26 x 21 Cincinnati, em Pontiac 1983 – Washington 27 x 17 Miami, em Pasadena 1984 – L.A.Raiders 38 x 9 Washington, em Tampa 1985 – San Francisco 38 x 16 Miami, em Stanford 1986 – Chicago 46 x 10 New England, em N.Orleans 1987 – N.Y.Giants 39 x 20 Denver, em Pasadena 1988 – Washington 42 x 10 Denver, em San Diego 1989 – San Francisco 20 x 16 Cincinnati, em Miami 1990 – San Francisco 55 x 10 Denver, em N.Orleans 1991 – N.Y.Giants 20 x 19 Buffalo, em Tampa 1992 – Washington 37 x 24 Buffalo, em Minneapolis 1993 – Dallas 52 x 17 Buffalo, em Pasadena 1994 – Dallas 30 x 13 Buffalo, em Atlanta 1995 – San Francisco 49 x 26 San Diego, em Miami 1996 – Dallas 27 x 17 Pittsburgh, em Tempe 1997 – Green Bay 35 x 21 New England, em N.Orleans 1998 – Denver 31 x 24 Green Bay, em San Diego 1999 – Denver 34 x 19 Atlanta, em Miami 2000 – Saint Louis 23 x 16 Tennessee, em Atlanta 2001 – Baltimore 34 x 7 N.E.Giants, em Tampa 2002 – New England 20 x 17 Saint Louis, em N.Orleans 2003 – Tampa Bay 48 x 21 Oakland, em San Diego 2004 – New England 32 x 29 Carolina, Houston 2005 – New England 24 x 21 Philadelphia, em Jacksonville 2006 – Pittsburgh 21 x 10 Seattle, em Detroit 2007 – Indianapolis 29 x 17 Chicago, em Miami 2008 – N.Y.Giants 17 x 14 New England, em Arizona 2009 – Pittsburgh 27 x 23 Arizona, em Tampa 2010 – New Orleans 31 x 17 Indianapolis, em Miami 2011 – Green Bay 31 x 25 Pittsburgh, em Dallas 2012 – N.Y.Giants 21 x 17 New England, em Indianapolis (Com Agência Estado e EFE)