Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

NBA: temporada 2015/16 começa com recorde de brasileiros

Marcelinho Huertas, Cristiano Felício e Raulzinho se juntam a seis "veteranos", como os campeões Leandrinho e Tiago Splitter, no melhor basquete do mundo

A temporada 2015/2016 da NBA terá início nesta terça-feira e será especial para os brasileiros. Nunca uma edição da liga americana contou com tantos jogadores do país: são nove, já que os estreantes Marcelinho Huertas (Los Angeles Lakers), Cristiano Felício (Chicago Bulls) e Raulzinho (Utah Jazz) se juntarão a seis “veteranos” – Anderson Varejão (Cleveland Cavaliers), Bruno Caboclo e Lucas Bebê (Toronto Raptors), Nenê (Washington Wizards) e os já campeões Leandrinho (Golden State Warriors), e Tiago Splitter (Atlanta Hawks) – no melhor basquete do mundo.

O crescimento do Brasil na NBA foi comprovado nas última duas temporadas, quando dois atletas brasileiros foram os primeiros a conquistar o cobiçado Troféu Larry O’Brien. Em 2013/2014, Tiago Splitter abriu caminho ao lado do experiente time do San Antonio Spurs. Na última edição, Leandrinho participou da histórica campanha do título do Golden State Warriors.

Leia também:

NBA: brasileiro Marcelinho Huertas acerta com Lakers

Campeão da NBA, Leandrinho renova contrato com o Warriors

Mais dois brasileiros na NBA – fora das quadras

Primeiro brasileiro campeão da NBA, Splitter troca de time

Favoritismo – As duas equipes aparecem novamente como favoritas ao título. Os Warriors mantiveram a base com Stephen Curry (melhor jogador da última temporada), Klay Thompson e Andre Iguodala. Mais experientes, os californianos prometem lutar pelo bi em 2015/2016, mas os Spurs não ficam atrás. Se já tinha uma base forte e experiente, com o trio formado por Manu Ginóbili, Tony Parker e Tim Duncan, o time de San Antonio se reforçou e rejuvenesceu com a chegada de LaMarcus Aldridge, que promete comandar a próxima geração ao lado de Kawhi Leonard. O veterano David West ainda foi contratado para tornar o elenco ainda mais forte.

Quem também deve brigar pelo título no Oeste é o Los Angeles Clippers, que manteve seus três principais jogadores (Chris Paul, Blake Griffin e DeAndre Jordan) e se reforçou com as chegadas de Paul Pierce, Lance Stephenson e Josh Smith. Já o Oklahoma City Thunder aposta na manutenção de Kevin Durant – lesionado em boa parte da última temporad – e Russell Westbrook para ser campeão pela primeira vez.

Na Conferência Leste, o Cleveland Cavaliers buscará revanche após a derrota na decisão do ano passado e tem o maior astro da liga a seu favor: LeBron James, que ainda terá a companhia de craques como Kyrie Irving e Kevin Love. A dupla de coadjuvantes de luxo desfalcou o time na decisão da temporada passada. O time de Ohio ainda conta com o brasileiro Anderson Varejão, que também volta de lesão, e buscará sua primeira conquista.

O principal rival do Cavaliers no Leste deve ser o Chicago Bulls, que corre por fora. Muito em função de Derrick Rose, que segue sofrendo para se manter em condições de jogo durante toda uma temporada. Caso isso aconteça, o armador, Jimmy Butler, Pau Gasol e Joakim Noah prometem incomodar.

Em meio a tantos favoritos, os dois maiores campeões da história da liga devem brigar por metas mais modestas. O Los Angeles Lakers, dono de 16 títulos, tem Kobe Bryant em fim de carreira e longe de seu melhor momento e deve novamente brigar pelas últimas posições do Oeste. Já o Boston Celtics, 17 vezes campeão, conta com uma base jovem e pode até chegar aos playoffs no Leste, mas não deve incomodar. Assim como o tradicional New York Knicks, que aposta todas suas fichas em Carmelo Anthony, mas tem um elenco fraco.

A temporada começa nesta terça-feira com três partidas. A de maior destaque acontecerá em Oakland, onde o Golden State Warriors fará festa antes de enfrentar o New Orleans Pelicans. Os campeões receberão o anel do título e um banner será erguido e exposto no teto do ginásio. Os outros dois confrontos são: Atlanta Hawks x Detroit Pistons e Chicago Bulls x Cleveland Cavaliers.

Marcelinho Huertas

 (/)

(com Estadão Conteúdo)