Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Natação: Brasil é finalista mundial no 4x200m e obtém vaga olímpica

O quarteto composto por Luiz Altamir, Breno Correia, João de Lucca e Fernando Scheffer cravou o tempo de 7min07s12, o sexto melhor das eliminatórias

A natação do Brasil está garantida na disputa a prova do revezamento 4×200 metros livre nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. A vaga foi obtida no fim da noite desta quinta-feira (no horário de Brasília) com a classificação à final dessa disputa no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo realizado em Gwangju, na Coreia do Sul.

O quarteto composto por Luiz Altamir, Breno Correia, João de Lucca e Fernando Scheffer cravou o tempo de 7min07s12, o sexto melhor das eliminatórias, que foram lideradas pela Itália, que fez 7min04s97. E a marca, além da classificação à final e da vaga olímpica, também representa um novo recorde sul-americano, que era de 7min09s71, tendo sido registrado pela seleção brasileira em 2009.

A disputa por medalhas nos 4x200m livre será realizada nesta sexta-feira, na programação prevista para começar às 8 horas.

Também na próxima manhã, vão ser realizadas as semifinais dos 50m livre, com a presença de dois brasileiros: Bruno Fratus, que foi o quarto colocado nas eliminatórias, com 21s71, e Marcelo Chierighini, o décimo, com 22s03. Fratus foi superado pelo norte-americano Caeleb Dressel (21s49), pelo britânico Benjamin Proud (21s69) e pelo russo Vladimir Morozov (21s70).

Quem também participará das semifinais vai ser Vinicius Lanza. O brasileiro foi o sexto colocado nas eliminatórias dos 100m borboleta com a marca de 51s83. Dressel foi o melhor do qualificatório com o tempo de 50s28.

Já nos 800m livre, Viviane Jungblut fez apenas o 18º tempo das eliminatórias, com 8min42s52, não obtendo a vaga para final. A norte-americana Leah Smith liderou o qualificatório com o tempo de 8min17s23.