Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Nas outras finais brasileiras, três taças e só uma decepção

Seleção brasileira é a única tricampeã do torneio - e, no Maracanã, quer o tetra

Por Alexandre Salvador 30 jun 2013, 09h15

Memória das Copas

A nona edição da Copa das Confederações pode ser considerada a mais forte em toda a história do torneio, que começou como uma competição pequena, com apenas quatro países na disputa, e realizada por vontade do rei saudita Fahd bin Abdul Aziz. Em 2013, quatro campeões mundiais chegaram às semifinais, com o Brasil batendo o Uruguai para enfrentar neste domingo a seleção espanhola, que venceu a Itália nos pênaltis. A seleção brasileira, que já é a líder de conquistas desse torneio (três, em 1997, 2005 e 2009) tem agora a chance de se tornar a primeira tetracampeã da disputa. Em 2013, porém, foi a primeira vez que o Brasil participou da competição sem uma conquista que a credenciasse para o torneio. A Copa das Confederações reúne apenas os atuais campeões continentais, além da equipe vencedora da última Copa do Mundo, e o Brasil só está na disputa por ser o país-sede. Mas o retrospecto é imbatível: em sete participações, o Brasil chegou à decisão cinco vezes – perdendo apenas uma vez, em 1999, para a seleção mexicana, que era a anfitriã. Relembre a seguir as quatro decisões anteriores.

Leia também:

Diplomáticos, Casillas e Xavi esfriam ânimos antes da final

Felipão promete ‘mandar um recado ao mundo’ na decisão

Brasil x Espanha, um duelo que não tem nada de amistoso

À distância, Brasil e Espanha alimentam acirrada rivalidade

Continua após a publicidade

https://youtube.com/watch?v=XBGZ5gz30Mk%3Frel%3D0

Os carecas das Arábias

https://youtube.com/watch?v=8DvbfvVjjog%3Frel%3D0

O 12º jogador

https://youtube.com/watch?v=_VTV0h4KOCY%3Frel%3D0

A volta por cima

https://youtube.com/watch?v=XerfvMuE69Y%3Frel%3D0

O pico na hora errada

Copa das Confederações
Copa das Confederações VEJA
Continua após a publicidade

Publicidade