Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Não sou santo, mas não sou racista’, diz Fabregas

Por AE-AP

Barcelona – O meia espanhol Cesc Fabregas, do Barcelona, negou nesta quarta-feira que tenha proferido ofensas racistas ao atacante Frederic Kanouté, do Sevilla, na partida entre as duas equipes no último sábado, válida pelo Campeonato Espanhol, disputada no Camp Nou. No final do confronto, que terminou empatado por 0 a 0, os dois jogadores se desentenderam e o jogador de Mali acabou sendo expulso.

“Como qualquer jogador de futebol, não sou santo, mas nunca disse nada racista e ninguém vai dizer o contrário”, afirmou o jogador, que logo após o fim da partida passou a ser acusado de ter ofendido Kanouté por sua raça.

De acordo com Fabregas, no entanto, estas acusações também não partiram do atacante rival. “Nunca me preocupei sobre isso. Eu sei o que eu disse. Eu conversei com o Kanouté e dissemos tudo que precisávamos dizer”, afirmou.

A confusão entre os dois jogadores aconteceu quase ao término do confronto de sábado, quando Messi se preparava para bater um pênalti. Kanouté chegou a agredir Fabregas no rosto, mas, de acordo com o espanhol, os dois já esclareceram o desentendimento.