Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Não me conformo de ter saído assim’, diz técnico do Chile

O argentino Jorge Sampaoli acha que sua equipe merecia melhor sorte no duelo deste sábado: 'Jogar como jogamos e perder como perdemos foi duro demais'

“A sensação de dor naquele momento foi terrível. Era o momento de fazer história”, disse o argentino ao relembrar da bola no travessão nos momentos finais da prorrogação

Na véspera da partida contra o Brasil, o técnico argentino do Chile, Jorge Sampaoli, acabou revelando que não encarava o confronto deste sábado, no Mineirão, apenas como um desafio profissional. “Desde a infância, meu clássico sempre foi contra o Brasil, então gosto muito desse tipo de duelo, pois trata-se de uma jogo muito especial, tão especial quanto complicado”, afirmou. Encerrado o duríssimo duelo no Mineirão, o argentino eliminado pelos brasileiros foi incapaz de esconder a dor. “Não me conformo de ter saído da Copa do Mundo desta forma. Estavamos convencidos de que poderíamos seguir adiante”, lamentou, sustentando que o desfecho mais justo em Belo Horizonte seria a classificação chilena. “Jogar como jogamos e perder da forma como perdemos é muito duro. Mas a dor que sentimos nesta tarde dará lugar ao orgulho amanhã. A sensação é de orgulho pelos jogadores, e estou certo de que o povo chileno também sente o mesmo.” �Sampaoli tratou como heróis os atletas que ficaram perto de eliminar o anfitrião do Mundial.

Leia também:

Brasil sofre e flerta com tragédia, mas avança nos pênaltis

Júlio César: ‘Minha história na seleção ainda não acabou’

Brasileiros abafam chilenos e recebem equipe com euforia

Felipão perde a paciência e ameaçar voltar ‘ao velho estilo’

“O esforço que fizeram esse jogadores para brigar durante 120 minutos com a favorita de todos, em sua casa, de igual para igual, foi imenso. �Eles representaram o país de uma forma incrível. Arturo Vidal foi a campo com uns 40% de suas condições físicas ideais. Se não fosse pela bola no travessão no final, teríamos sido recompensados.” O técnico argentino mostrou-se especialmente perplexo com o lance mais incrível da partida, a bola chilena que explodiu no travessão num dos últimos lances da prorrogação no Mineirão. “A sensação de dor naquele momento foi terrível. Era o momento de fazer história.” Apesar da eliminação, Sampaoli disse que um dos grandes objetivos do Chile no Mundial foi cumprido: “Queríamos colocar o Chile numa posição de protagonismo, e isso foi atingido. Fizemos partidas totalmente eletrizantes, extremamente intensas, contra três gigantes, Brasil, Espanha e Holanda. No jogo de hoje, o Brasil não criou muito, não pressionou muito, foi tudo muito igual. Mas agora, ele continua na Copa e nós vamos para casa.”