Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nadal volta ao topo com vitória em torneio em Pequim

Espanhol venceu Tomas Berdych sem dificuldade e voltou a ser número um

Rafael Nadal garantiu seu retorno ao topo do tênis mundial com pouco suor na madrugada deste sábado, em Pequim. O espanhol contou com o abandono do checo Tomas Berdych no primeiro set da semifinal do torneio chinês para avançar a mais uma decisão neste ano e assegurar pontuação suficiente no ranking para voltar a ser o número 1 do mundo.

Nadal conquistou a vitória quando Berdych apontou dores nas costas e desistiu da partida, quando perdia por 4/2. Assim, o espanhol precisou de apenas seis games e 37 minutos para retornar ao topo da lista da ATP. Seu nome aparecerá como número um na relação atualizada na segunda-feira.

Antes disso, ele disputará neste domingo a final em Pequim. Pela frente, ele terá justamente o rival que acabou de superar no ranking. Novak Djokovic avançou à decisão ao superar o francês Richard Gasquet por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2. Será o 38º confronto entre os dois tenistas no circuito. Nadal vem de três vitórias consecutivas, a maior delas na decisão do US Open, no início de setembro.

Nadal assumirá a posição de número um do mundo pela terceira vez na carreira, depois de uma temporada brilhante. Ele conquistou 65 vitórias em 68 jogos, faturou 10 títulos em 13 torneios disputados, incluindo dois de Grand Slam. Em Pequim, fará sua 13ª final do ano.

O espanhol ascendeu ao topo em 2008 e permaneceu ali durante 46 semanas até ser superado por Roger Federer no ano seguinte. Em 2010, Nadal conseguiu retomar o posto e seguiu como líder do ranking por 56 semanas.

Em 2011, Djokovic chegou ao topo pela primeira vez e, partir daí, passou a se alternar na liderança com Federer, o recordista de semanas à frente do ranking. Após voltar ao topo, Nadal deve terminar a temporada como número um, com boa vantagem sobre os rivais.

(Com Estadão Conteúdo)