Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nadal vence Thiem e conquista 12° troféu de Roland Garros

Com vitória de 3 a 1 sobre o tenista austríaco, espanhol tornou-se recordista de títulos em um mesmo torneio Grand Slam

Com a sua segunda vitória seguida sobre o austríaco Dominic Thiem na final de Roland Garros, Rafael Nadal conquistou neste domingo, 9, o seu 12º título do tradicional torneio francês e fez história em Paris. Ao bater o rival por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7, 6/1 e 6/1, o tenista espanhol se tornou o maior vencedor de um único Grand Slam, entre homens e mulheres, e superou o recorde que ele dividia com a australiana Margareth Court-Smith, que ganhou por 11 vezes o Aberto da Austrália entre 1960 e 1973.

Esse também foi o 12º triunfo do atual vice-líder do ranking mundial em 12 decisões na capital francesa. Ele também ficou com a taça em 2005, 2006, 2007, 2008, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2017 e 2018. Com o feito obtido na França, Nadal também aumentou para 18 o seu número de títulos de Grand Slam, ficando apenas dois atrás do suíço Roger Federer, recordista de conquistas da série de quatro torneios mais importantes do tênis, dentro da qual o tenista da Espanha também ostenta três taças do US Open, duas de Wimbledon e uma do Aberto da Austrália.

O número 2 do mundo também passa a contabilizar 82 troféus de simples em sua carreira, sendo que esta foi a sua segunda taça obtida nesta temporada, na qual também se sagrou campeão do Masters 1000 de Roma. Já Thiem, número 4 do mundo, que havia sido o algoz de Nadal nas semifinais do Torneio de Barcelona deste ano, desta vez não conseguiu superar o favoritismo do adversário e viu ser adiado de novo o sonho de conquistar o seu primeiro título de Grand Slam – no ano passado, o austríaco foi superado por 3 sets 0 pelo espanhol na decisão de Roland Garros.

 

Emocionado com a vitória neste domingo, Rafael Nadal enxugou as lágrimas em sua camisa suja de saibro e levantou os braços para agradecer aos céus. E em seu discurso para os torcedores, Nadal afirmou: “A primeira coisa que eu quero dizer é dar os parabéns a Dominic, que mereceu chegar à final e pelo nível de tênis que está jogando. Desejo o melhor para a continuidade de sua carreira.” Ao ser questionado sobre como se sente ao ganhar Roland Garros pela 12ª vez, o espanhol respondeu: “É uma coisa que não consigo explicar, é uma sensação que é como um sonho. Não imaginava que iria jogar a primeira final aqui em 2005 em minha primeira participação e que estaria jogando a final agora em 2019.”

Com este título, Nadal também ampliou a sua invencibilidade em Roland Garros para 23 partidas. Ele não perde na capital francesa desde quando caiu diante de Novak Djokovic nas quartas de final de 2015. De lá para cá, foi eliminado em 2016 sem sofrer derrota, pois desistiu antes de jogar a terceira rodada, por motivo de lesão, antes de emplacar 21 vitórias consecutivas com os títulos em sequência nas campanhas de 2017, 2018 e 2019. Essa foi a nona vitória de Nadal em 13 jogos contra Thiem, que buscava neste domingo o 14º troféu de sua carreira.