Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nadal, campeão e cada vez mais perto de ser o número 1

Grande temporada do espanhol deverá ser coroada com liderança do ranking

Rafael Nadal realizou mais uma façanha em sua espetacular temporada de retorno às quadras, na noite de segunda-feira, ao bater Novak Djokovic por 3 sets a 1 e conquistar o título do US Open. Para completar, o espanhol está cada vez mais próximo de alcançar o sérvio na liderança do ranking mundial. Encerrado o último Grand Slam da temporada, ele está apenas 120 pontos atrás do atual número 1 do mundo. A pontuação dos dois tenistas foi atualizada depois da decisão em Nova York e o ranking traz Nadal com 10.860 pontos, contra 10.980 de Djokovic, enquanto a terceira posição continua sendo ocupada pelo britânico Andy Murray, bem distante dos dois primeiros colocados, com 7.060 ao total. É grande a chance de Nadal terminar o ano como melhor tenista do planeta.

Depois da final do US Open, Djokovic reconheceu que Nadal está próximo de voltar a liderar o ranking mundial, até porque o sérvio ainda precisará defender muitos pontos nesta temporada – no ano passado, foi campeão do ATP 500 de Pequim e do Masters 1.000 de Xangai enquanto Nadal estava afastado das quadras por lesão. “Hoje sou o número 1, mas ele tem mais chances de terminar o ano em primeiro”, reconheceu Djokovic. O espanhol David Ferrer e o checo Tomas Berdych continuam em quarto e quinto lugar, respectivamente. O suíço Roger Federer saltou do sétimo para o sexto lugar, ultrapassando o argentino Juan Martín del Potro. Os franceses Jo-Wilfried Tsonga e Richard Gasquet e o suíço Stanislas Wawrinka completam, nesta ordem, o “top 10”.

As duas principais novidades do “top 20” foram o espanhol Tommy Robredo e o russo Mikhail Youzhny, que entraram no grupo de elite por causa das boas campanhas que realizaram no US Open. O tenista da Espanha surpreendeu ao eliminar Federer em Nova York e pulou da 22ª para a 19ª posição, enquanto o jogador da Rússia galgou quatro postos e passou a ocupar o 20º lugar da ATP. Assim como Robredo, Youzhny chegou às quartas de final do Grand Slam americano. Já o brasileiro Thomaz Bellucci, mesmo atravessando péssima fase, subiu duas posições nesta atualização do ranking e agora ocupa o 116º lugar. O tenista número 1 do país está apenas dois postos à frente de João Souza, o Feijão, que subiu mais três colocações. Já Rogério Dutra Silva, arrasado por Nadal nesta edição do US Open, saltou sete e agora é o tenista 127 do mundo.

(Com Estadão Conteúdo)