Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Nadal bate Del Potro e Espanha é pentacampeã da Copa Davis

Por Javier Soriano 4 dez 2011, 15h38

A equipe de tênis da Espanha sagrou-se pentacampeã da Copa Davis ao derrotar a Argentina por 3 a 1 na final, com o ponto decisivo marcado por Rafael Nadal, que venceu neste domingo em Sevilha Juan Martín Del Potro em quatro sets, com parciais de 1-6, 6-4, 6-1, 7-6 (7/0).

“Foi um dia de muitas emoções. Não existe melhor forma de terminar a temporada. Já tinha conquistado pontos decisivos em outras fases, mas nunca na final. Desta vez, é muito especial”, declarou Nadal após a partida eletrizante de 4 horas e 8 minutos que definiu o confronto.

Del Potro foi guerreiro, mas acabou sentindo o desgaste físico pela partida épica de praticamente cinco horas que disputou na sexta-feira, na qual foi derrotado em cinco sets, com parciais de 6-2, 6-7 (2/7), 3-6, 6-4 e 6-3 por David Ferrer, deixando os espanhóis abrirem 2 a 0 após o primeiro dia desta final.

Já Nadal se encontrava em melhor forma por ter ficado muito menos tempo em quadra na sexta-feira, quando conquistou o primeiro ponto desta decisão ao superar Juan Mónaco em 2 horas e 27, por 6-1, 6-1 e 6-2.

No sábado, os argentinos David Nalbandian e Eduardo Schwank reagiram ao derrotar com autoridade os espanhóis Fernando Verdasco e Feliciano López em três sets, com parciais de 6-4, 6-2, 6-3.

Porém, neste domingo, não teve jeito. Nadal começou a partida quebrando o saque de Del Potro, mas o argentino reagiu de forma arrasadora ao levar o seis games seguintes, fechando o primeiro set em 6 a 1.

Na segunda parcial, foi a vez do argentino quebrar o serviço do espanhol no primeiro game, mas Nadal devolveu logo no segundo.

O set continuou equilibrado, até que o tenista da casa conseguiu mais um ‘break’ no melhor momento, quando o placar estava em 5 a 4 a seu favor.

A perda desta segunda parcial por 6 a 4 desmoralizou o argentino, que foi totalmente dominado na terceira, vencida pelo espanhol por 6 a 1.

O jogo voltou ser equilibrado e começou a ficar dramático no quarto e último set. A torcida fanática que lotou a arena La Cartuja de Sevilha fazia tanto barulho que o juiz de cadeira precisou pedir silêncio diversas vezes.

No tie-break disputado num ambiente digno de um jogo de futebol, Nadal, pentacampeão de Roland-Garros, mostrou porque é conhecido como o ‘rei do saibro’ e não deixou nenhum ponto para seu adversário, fechando em 7 a 0.

“Dei tudo de mim no quarto set mas não foi suficiente. É difícil aceitar isso num primeiro momento, mas depois de um tempo vamos ter noção de que fizemos uma bela campanha”, declarou Del Potro após a partida.

Continua após a publicidade

“Acreditamos nas nossas chances e não faltou muito para que possamos derrotar a Espanha na sua casa. Fiz duas boas partidas contra Ferrer e Nadal, mas eles são particamente imbatíveis no saibro”, completou.

A Espanha, que já tinha levantado o troféu em 2000, 2004, 2008 e 2009, continua invicta em casa desde 1999.

A Argentina, que nunca conquistou o título, já perdeu uma final para os espanhóis, em Mar del Plata em 2008, e também foi vice em 1981 e 2006.

– Resultado da Final de la Copa Davis, disputada em Sevilha, na Espanha:

España x Argentina 3-1

Sexta-feira:

Rafael Nadal (ESP) x Juan Mónaco (ARG) 6-1, 6-1 y 6-2

David Ferrer (ESP) x Juan Martín del Potro (ARG) 6-2, 6-7 (2-7), 3-6, 6-4 y 6-3

Sábado:

David Nalbandian/Eduardo Schwank (ARG) x Feliciano López/Fernando Verdasco (ESP) 6-4, 6-2, 6-3

Domingo:

Rafael Nadal (ESP) x Juan Martín del Potro (ARG) 1-6, 6-4, 6-1 y 7-6 (7/0)

Continua após a publicidade
Publicidade