Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nadador norueguês morto em maio tinha problemas cardíacos, diz laudo

Problemas cardíacos causaram a morte do nadador norueguês Alexander Dale Oen. Segundo um laudo médico divulgado pelo jornal USA Today, o atleta, morto no início de maio, tinha bloqueio arterial que impediu a circulação de sangue de maneira que gerou a parada cardíaca fatal.

Dale Oen foi encontrado morto no vestiário do centro de treinamento do complexo aquático de Flagstaff, no Arizona. Após realizar treino leve, o norueguês passou mal durante banho e foi encontrado sem vida.

O laudo foi emitido pelo hospital de Coconino County, cidade da região metropolitana de Flagstaff, e apontou a existência de bloqueios arteriais em mais de um local do corpo de Oen. Segundo Kimbal Babcock, médico responsável pela avaliação e divulgação, o problema de Oen deve ser hereditário, já que casos desse tipo geralmente ocorrem em pessoas com diabetes, mais velhas ou com vida sedentária.

Aos 26 anos, Dale Oen era um dos favoritos ao título olímpico dos 100m peito. Prata em Pequim-2008 e ouro no Mundial de 2011, em Xangai, o nadador era lembrado em seu país pelo choro após a vitória na competição chinesa, quando dedicou a conquista aos 77 mortos no massacre de Oslo, realizado apenas uma semana após a tragédia.