Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na volta de Jobson, Botafogo empata com o Bangu

Por Sílvio Barsetti

Rio – Na volta de Jobson ao futebol, depois de cumprir seis meses de suspensão por doping – uso de crack -, o Botafogo apenas empatou com o Bangu neste sábado à tarde por 1 a 1, em Moça Bonita. Jobson teve participação direta no gol Alvinegro. Deu passe preciso para Cidinho abrir o placar, já no segundo tempo. Mas, logo em seguida, Almir chutou de fora da área e evitou a derrota do Bangu, que continua em último lugar no Campeonato Carioca e cada vez mais próximo do rebaixamento.

A expectativa em torno do jogo era sobre a provável escalação de Jobson, que ficou entre os reservas. No intervalo, o técnico Oswaldo de Oliveira substituiu Loco Abreu pelo atacante, que voltou a atuar no clube que o projetou. A torcida compareceu ao estádio do Bangu em bom número e havia faixas e cartazes com saudações ao jogador.

Antes de ele entrar em campo, Bangu e Botafogo desperdiçaram várias oportunidades. O dono da casa foi melhor no primeiro tempo e esteve muito próximo de fazer o gol. Em um dos lances de perigo, Sérgio Júnior chutou a bola no travessão quando estava a menos de um metro da baliza, sem marcação e sem goleiro pela frente.

Com Jobson já no gramado, o jogo ganhou em emoção, pelo menos para os botafoguenses. O atacante chegou a marcar um gol, anulado pela arbitragem. Em seguida, deu o passe para Cidinho superar o goleiro William. A festa alvinegra não se concretizou por causa do chute certeiro de Almir. O Botafogo continua invicto no Grupo A da Taça Rio, o segundo turno do Carioca. Soma duas vitórias e, agora, um empate.

Na próxima rodada, a equipe alvinegra fará um clássico diante do Vasco, no dia 18, no Engenhão, às 18h30. Já o Bangu buscará sua primeira vitória na competição diante do Madureira, no próximo sábado, às 16 horas, fora de casa.

FICHA TÉCNICA:

BANGU 1 x 1 BOTAFOGO

BANGU – William Alves; China (Gedeílson), Raphael, Santiago e Renan Oliveira; Oliveira, André Barreto, Thiago Galhardo (Luciano) e Almir; Fabinho e Sérgio Júnior (Gabriel Galhardo). Técnico – Cleimar Rocha.

BOTAFOGO – Jefferson; Lucas, Antonio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Lucas Zen, Renato e Felipe Menezes (Jéferson); Herrera, Caio (Cidinho) e Loco Abreu (Jobson). Técnico – Oswaldo de Oliveira.

GOLS – Cidinho, aos 28, e Almir, aos 30 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Rodrigo Nunes Sá.

CARTÕES AMARELOS – Thiago Galhardo, China, Oliveira, Luciano, Herrera e Lucas Zen.

PÚBLICO E RENDA – não disponíveis.

LOCAL – Moça Bonita, em Bangu (RJ).