Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na volta de Assunção, Palmeiras recebe o Azulão para manter boa fase

Invicto há 17 jogos, o Palmeiras vive em um ambiente bem mais calmo em relação a aquele do final do ano passado. Desta forma, o time do técnico Luiz Felipe Scolari, que busca não deixar o rival Corinthians se distanciar na ponta do Paulista, tenta prolongar o bom momento, neste domingo, diante do São Caetano, às 16 horas (de Brasília), no Pacaembu.

Contra a equipe do ABC paulista, a grande novidade do Verdão será o retorno de Marcos Assunção. Suspenso na última vitória diante do Linense, o camisa 20, que participou de dez dos 24 gols palmeirenses nestas 11 primeiras rodadas do Estadual, deve reassumir seu posto no meio-campo titular do Verdão, na vaga de Chico, que esteve em campo na última quarta.Além da vaga no meio-campo, Scolari precisará realizar alterações na defesa. Sem o zagueiro Leandro Amaro e o lateral direito Artur, ambos suspensos pelo recebimento do terceiro cartão amarelo, o time alviverde terá a briga entre Maurício Ramos e Román pela vaga de companheiro de zaga de Henrique, enquanto que Cicinho, reserva contra o Linense, recebe nova oportunidade no meio-campo.

Outro que pode fazer ser retorno é o armador Valdivia. Fora desde o clássico com o Santos, no dia 5 de fevereiro, por conta de uma lesão na conta direita, o chileno já está recuperado e realiza atividades com bola na Academia de Futebol. O camisa 10, porém, ainda não tem condições de realizar uma partida completa; com isso, Daniel Carvalho deve seguir como titular, enquanto o Mago será opção no banco de reservas.

Único setor sem mudanças, o ataque vem correspondendo neste início de competição. Com 24 marcados até o momento, o Palmeiras tem a dupla Maikon Leite e Barcos em bom momento – em seis jogos pelo clube, o camisa 29 foi às redes em cinco oportunidades. Contra o Linense, o centroavante fez um belo gol, após driblar seu marcador e tocar por cobertura, na vitória do Verdão por 3 a 1

Já nas graças da torcida, o ‘hermano’sabe que, mesmo com a sequência invicta do Palmeiras e o São Caetano ainda na briga para entrar no G-8, a partida no Pacaembu não será resolvida tranquilamente pelo time de Luiz Felipe Scolari. É difícil, complicado. Os times pequenos querem jogar e desempenhar um bom papel. Para nós qualquer jogo é complicado, mas estamos bem em nosso objetivo de nos manter entre os primeiros’, explicou o argentino, que ainda ressaltou a dificuldade em conseguir transpor as defesas rivais no Estadual.

‘As defesas daqui não são fracas, não. Os defensores são duros, complicados. Eles têm algumas ‘manhas’, experiência e não tem sido nada fácil’, completou o camisa 2

Pelo lado do Azulão, embora ainda na briga por uma vaga às quartas de final do Paulista, o time não consegue vencer há quatro rodadas. Mesmo assim, o time comemorou o resultado na última quinta-feira, diante do Oeste, já que foi em busca do empate, após sair perdendo por 2 a 0, no estádio Anacleto Campanella.

Com o jejum, o clima entre o elenco e torcida ficou um pouco abalado. Segundo o meia Aílton, o Azulão tem sofrido muita pressão no Paulista. ‘Os torcedores têm de nos ajudar. Os poucos que vêm só criticam. Estamos sozinhos. É cobrança de todo lado. Ao menos a torcida tem de ser compreensiva e nos ajudar’, afirmou, em entrevista para o ‘Diário do Grande ABC’.

Para enfrentar o Verdão, o técnico Márcio Araújo não terá o meio-campista Anselmo, que, por pertencer ao Palmeiras, não poderá atuar, conforme uma cláusula em seu contrato. Por outro lado, Marcelo Costa retorna ao time, após ser poupado diante do time de Itápolis. Com isso, Isael ou Aílton devem ir ao banco de reservas.

FICHA TÉCNICAPALMEIRAS x SÃO CAETANO

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 4 de março de 2012, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Ricardo Pavanelli Lanutto

Assistentes adicionais: Welton Orlando Wohnrath e Márcio Henrique de Gois

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Román (Maurício Ramos), Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor e Daniel Carvalho; Maikon Leite e Barcos

Técnico: Luiz Felipe Scolari

SÃO CAETANO: Luiz; Marcone, Jorge Luiz, Eli Sabiá e Vicente; Augusto Recife, Moradei, Kleber e Marcelo Costa (Isael); Aílton e Geovanne

Técnico: Márcio Araújo