Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na véspera do aniversário, Riquelme pede Libertadores de presente

Neste domingo, dia em que completará 34 anos de idade, Juan Román Riquelme pode ver o Boca Juniors ser campeão do Clausura – espécie de segundo turno do Campeonato Argentino. Mas o meia quer outro presente: o título da Copa Libertadores.

Em 11 temporadas pelo Boca, Riquelme disputou três finais da competição continental e saiu vitorioso de todas (2000, 2001 e 2007). Sua quarta taça pode ser conquistada agora, diante do Corinthians.

‘Antes da partidaeu pedi aos meus companheiros que me ajudassem a jogar a final. Pode ser a última, estou bastante velho’, brincou o ídolo xeneize.

Segundo lugar no grupo que teve o Fluminense como líder, o Boca encarou o Unión Española nas oitavas de final e venceu as duas partidas. Nas quartas, eliminou o Tricolor carioca antes de passar pelo Universidad de Chile nas semis e chegar a sua décima final de Copa Libertadores. Se conquistar o título, se tornará o maior vencedor do torneio ao lado do Independiente, com sete taças.

‘Todos os jogadores foram bem durante toda a Libertadores. Não é fácil chegar à final, estou mais do que satisfeito. É um milagre o que estamos vivendo. Fizemos as coisas muito bem, isto não se repetirá mais. Oxalá podemos ganhar algo’, analisou.

Boca Juniors e Corinthians começam a decidir o título da Libertadores nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília) em Buenos Aires. O jogo de volta está marcado para dia 4 de julho, no mesmo horário, no Pacaembu.