Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na marcha atlética, Guatemala ganha primeira medalha olímpica de sua história

Londres, 4 ago (EFE).- O atleta Erick Barrondo, de 21 anos, deu à Guatemala a primeira medalha olímpica de toda sua história ao ser vice-campeão da marcha atlética 20km, ficando atrás apenas do chinês Ding Chen, que bateu o recorde olímpico com o tempo de 1h18min46s.

Barrondo, que cruzou a linha de chegada apenas 11 segundos depois do chinês, aumentou o ritmo no penúltimo quilômetro, deixando para trás o atual campeão olímpico da prova, o russo Valery Borchin, e o também chinês Zhen Wang, que ficou com o bronze.

Décimo colocado no Mundial de Daegu no ano passado, Barrondo, que é filho de meio-fundistas, ficou conhecido depois de vencer a prova no Pan-Americano de Guadalajara.

Desde a competição, Barrondo melhorou seu recorde pessoal dos 20km em dois minutos e meio, chegando a 1h18min25, tempo que daria o título olímpico ao atleta. Em Londres, Barrondo marcou o tempo de 1h18min57.

O guatemalteco iniciou sua carreira no atletismo na mesma especialidade de seus pais, o meio-fundo, mas uma lesão fez seu primeiro treinador, Jorge Coy, a recomendar a prática da caminhada como tratamento. Barrondo pegou gosto pela marcha e neste sábado, conquistou um feito para seu país. EFE