Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Na Lusa, Jorginho reclama da arbitragem, mas vê Mogi atuar melhor

Por Da Redação 1 mar 2012, 15h20

Ainda sem engrenar neste Paulistão, a Portuguesa acumulou mais uma derrota nesta quarta, desta vez diante do Mogi Mirim. Embora tenha constatado uma partida melhor do Sapão, o técnico Jorginho não deixou de demonstrar sua irritação com o trio de arbitragem.

‘Depois de expulsar o Renato, ele [o árbitro Guilherme Cereta] disse que fez isso porque o jogador do Mogi Mirim faria um belo gol. Decidi tirar satisfações com ele. Na sequência, o auxiliar foi mal educado, quis entrar no meio da conversa e eu agi daquela forma mais ríspida. Mas o Mogi mereceu o resultado, foi melhor que nós’, afirmou o treinador.

Aos 12 minutos do segundo tempo o zagueiro Renato cometeu uma falta em contra-ataque do Mogi Mirim e, por isso, foi expulso pelo árbitro Guilherme Cereta. Ao final do encontro, o comandante da Portuguesa foi reclamar duramente com o trio de arbitragem, precisando, inclusive, ser contido por outros membros da comissão técnica.

Depois de 11 rodadas, a Portuguesa segue fazendo uma campanha irregular no Paulista: com 13 pontos somados, a equipe do Canindé está apenas na 12ª colocação, a três pontos do G-8, grupo com direito a uma vaga nas quartas de final do Estadual. O próximo jogo do time rubro-verde está marcado para acontecer neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Canindé. O rival será a Catanduvense, que vem de derrota para o Corinthians e está na zona de rebaixamento da competição

Continua após a publicidade
Publicidade