Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na despedida do Manchester United, Ferguson ergue troféu

Clube inglês venceu o Swansea por 2 a 1 no Old Trafford. Técnico aposentou-se após 26 anos no comando do time

Alex Ferguson comandou o Manchester United pela última vez neste domingo – e despediu-se do clube com uma vitória por 2 a 1 sobre o Swansea, no Old Trafford. Após 26 anos à frente do clube inglês, Ferguson anunciou a aposentadoria na última quarta-feira. Ele será substituído por David Moyes. A tarde foi de festa para o técnico: foi reverenciado pelos torcedores durante todo o jogo e, antes do início da partida, caminhou sobre um tapete vermelho e foi cumprimentado pelos jogadores dos dois times. Em clima de comemoração, o United jogou apenas para cumprir tabela, já que levou o Campeonato Inglês com quatro rodadas de antecedência.

Depois da partida, o treinador fez um discurso emocionado – e levantou o troféu do campeonato. Ao longo de 26 anos, Ferguson acumulou um total de 38 títulos, entre eles 13 do Campeonato Inglês, dois da Liga dos Campeões da Europa e cinco da Copa da Inglaterra. Ele continuará ligado ao time como diretor e embaixador.

Dentro de campo, o Manchester United não decepcionou o seu comandante, que optou por não utilizar Wayne Rooney, que ficou fora até do banco de reservas, aumentando as especulações sobre a possível saída do atacante.

Em campo, o Manchester United abriu o placar da partida aos 38 minutos do primeiro tempo. Van Persie cobrou falta para a grande área, a defesa do Swansea cortou mal e a bola sobrou para Chicharito Hernandez, que finalizou para as redes. O Swansea arrancou o empate no começo do segundo tempo, aos três minutos. Após bate-rebate na grande área depois de cobrança de escanteio, Dyer cruzou para Michu igualar o marcador.

Aos 21 minutos, Scholes, que anunciou no último sábado que se aposentará após o término da temporada, foi substituído e também foi ovacionado pelos torcedores do Manchester United, que voltaram a celebrar aos 41 minutos. Van Persie cobrou escanteio e a bola sobrou para Rio Ferdinand, que chutou forte para definir a vitória do Manchester United.

(Com Estadão Conteúdo)