Clique e assine com 88% de desconto

Na Colômbia, jogadores são baleados e um morre após briga

Por Da Redação - 10 jun 2012, 17h32

Dois jogadores de clubes da Segunda Divisão da Colômbia viveram uma madrugada trágica, neste domingo. Herly Alcázar, chileno que atualmente defende a Universidad Autonoma e Alex de Ávila, zagueiro do Uniautónoma, foram alvejados por tiros na saída de um restaurante em Puerto Colômbia, cidade vizinha de Barranquila, que é a sede dos dois clubes.

Alcázar, de 36 anos, é ex-jogador de clubes como a Universidad do Chile e O’Higgins, e foi alvejado por três tiros, mas se recupera em uma clínica de Barranquila. Ávila, entretanto, não resistiu aos cinco tiros e acabou falecendo no mesmo lugar, em Puerto Colômbia. O zagueiro tinha 23 anos e já havia defendido as categorias de base da seleção local

Amigos, os atletas se reuniram para uma confraternização ao lado das esposas, logo depois de vencerem suas partidas pelo Campeonato Colombiano. No restaurante, um grupo de homens assediou as mulheres e provocou Alcázar e Ávila, que saíram do restaurante e viram os bandidos subirem em duas motos e dispararem suas armas contra os dois.

Publicidade