Clique e assine a partir de 8,90/mês

Na capa da ‘Time’, Neymar é chamado de ‘o próximo Pelé’

Após ser criticado pelo ex-craque, jovem ídolo aparece em revista americana

Por Da Redação - 21 fev 2013, 12h48

Neymar enfrentou algumas semanas turbulentas, recebendo críticas pela atuação apagada num amistoso da seleção, ouvindo provocações de um polêmico jogador inglês e de um deputado federal brasileiro, sendo expulso em seu último jogo pelo Santos e levando um puxão de orelha de Pelé, que retratou o jovem craque como vaidoso, imaturo e “viciado em faltas”. Nesta quinta-feira, porém, ele conquistou um lugar de destaque na imprensa internacional ao ser chamado de “o próximo Pelé” pela revista americana Time. As edições regionais da publicação na Europa e na América Latina colocaram Neymar na capa. A Time destaca o sucesso do ídolo santista dentro e fora do campo e usa o exemplo do jogador, mantido no país graças a um grande projeto de marketing de seu clube, para falar sobre o crescimento da economia brasileira, sede da próxima Copa do Mundo e da próxima Olimpíada. A revista afirma que Neymar já estaria jogando na Europa caso tivesse surgido anos atrás. Seu faturamento mensal de quase 4 milhões de reais, porém, seria uma amostra da expansão econômica brasileira. Na quarta, Neymar foi duramente criticado em entrevista de Pelé, publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo. Para o velho astro, o ídolo novato está preocupado demais com a imagem, sente a falta da experiência internacional e passa boa parte dos jogos tentando atrair faltas. “Na seleção, ele é um jogador comum”, lamentou Pelé, que sempre tratou Neymar como um possível candidato a entrar na lista dos grandes craques da história do futebol.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade