Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Na capa da ‘Time’, Neymar é chamado de ‘o próximo Pelé’

Após ser criticado pelo ex-craque, jovem ídolo aparece em revista americana

Por Da Redação 21 fev 2013, 12h48

Neymar enfrentou algumas semanas turbulentas, recebendo críticas pela atuação apagada num amistoso da seleção, ouvindo provocações de um polêmico jogador inglês e de um deputado federal brasileiro, sendo expulso em seu último jogo pelo Santos e levando um puxão de orelha de Pelé, que retratou o jovem craque como vaidoso, imaturo e “viciado em faltas”. Nesta quinta-feira, porém, ele conquistou um lugar de destaque na imprensa internacional ao ser chamado de “o próximo Pelé” pela revista americana Time. As edições regionais da publicação na Europa e na América Latina colocaram Neymar na capa. A Time destaca o sucesso do ídolo santista dentro e fora do campo e usa o exemplo do jogador, mantido no país graças a um grande projeto de marketing de seu clube, para falar sobre o crescimento da economia brasileira, sede da próxima Copa do Mundo e da próxima Olimpíada. A revista afirma que Neymar já estaria jogando na Europa caso tivesse surgido anos atrás. Seu faturamento mensal de quase 4 milhões de reais, porém, seria uma amostra da expansão econômica brasileira. Na quarta, Neymar foi duramente criticado em entrevista de Pelé, publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo. Para o velho astro, o ídolo novato está preocupado demais com a imagem, sente a falta da experiência internacional e passa boa parte dos jogos tentando atrair faltas. “Na seleção, ele é um jogador comum”, lamentou Pelé, que sempre tratou Neymar como um possível candidato a entrar na lista dos grandes craques da história do futebol.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade