Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Na Arena das Dunas, a parada final dos inspetores da Fifa

Técnicos visitaram todos os novos estádios da Copa e encerram seus trabalhos nesta quarta, em Natal – onde o estádio já está pronto, mas o entorno ainda não

Por Da Redação 26 mar 2014, 08h18

Depois da Copa das Confederações, no ano passado, ainda faltava a conclusão das obras em seis estádios para o Brasil estar pronto para receber a Copa do Mundo. Entre essas novas arenas, a situação de Natal era uma das mais preocupantes, já que cogitava-se que faltaria tempo para entregar o local a tempo. Nesta quarta-feira, porém, a capital do Rio Grande do Norte apresentará aos organizadores do evento um estádio pronto, enquanto outras sedes (São Paulo, Curitiba e Cuiabá) ainda correm para terminar suas obras. A Arena das Dunas será a última parada do grupo de técnicos da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL), que percorreu todas as sedes que não participaram da Copa das Confederações para verificar os preparativos para o torneio. Essas inspeções operacionais não avaliam a obra em si, mas sim os trabalhos de bastidores para receber as partidas do Mundial – a segurança, as comunicações, os serviços médicos e o atendimento aos torcedores, por exemplo.

Leia também:

Granja Comary: a casa do Brasil na Copa enfim é reaberta

Valcke chega para ‘último round’ da batalha da Copa-2014

Continua após a publicidade

Cuiabá promete ter estádio 100% concluído em 28 de abril

Em Zurique e São Paulo, Fifa discute a ‘corrida’ até a Copa

Em Natal, eles encontrarão uma situação similar à de outras sedes: o palco do espetáculo foi concluído, apesar da correria na reta final, mas ainda falta melhorar o entorno do estádio. Ao redor da Arena das Dunas há muito lixo e entulho, e as ruas e calçadas que levam ao estádio ainda precisam ser concluídas. E preparar o terreno para a montagem das estruturas temporárias necessárias para a Copa não será o último desafio de Natal: depois do megaevento, será a hora de encontrar maneiras de utilizar o estádio com frequência suficiente para justificar o investimento. O próprio governo admite que só o futebol não será o bastante, já que as equipes locais não costumam atrair públicos tão grandes. Lotação garantida, só mesmo nas quatro partidas marcadas para a Arena das Dunas na Copa: México x Camarões, Gana x Estados Unidos, Grécia x Japão e, para fechar a participação da cidade na Copa em grande estilo, o clássico Itália x Uruguai. O estádio de Natal custou 400 milhões de reais e tem capacidade para 42.000 torcedores, sendo que 10.000 lugares são removíveis.

Continua após a publicidade

Publicidade