Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muricy volta ao São Paulo confiante: ‘Nós sairemos dessa’

Treinador retorna ao clube que o revelou para tentar salvá-lo do rebaixamento

“O São Paulo não tem experiência de estar nessa situação. Agora é preciso menos discurso e muito trabalho”, disse Muricy

Anunciado na segunda-feira como novo técnico do São Paulo, Muricy Ramalho foi oficialmente apresentado nesta terça, no CT da Barra Funda. Com um contrato de curta duração – até abril de 2014 -, mas com possibilidade de renovação dependendo do desempenho da equipe no Campeonato Brasileiro, Muricy voltou com um discurso otimista ao clube onde foi tricampeão brasileiro. O treinador elogiou o trabalho de Paulo Autuori, seu antecessor, e garantiu que não teme arranhar a sua história dentro do clube caso não consiga salvar a equipe do rebaixamento para a Série B. “Não pode ter medo, tem que trabalhar. Achei que poderia contribuir e por isso aceitei. Poderia ter ido para o Catar, pois estavam me convidando. Claro que o São Paulo passa por um mau momento, mas podemos reverter tudo isso e fazer um planejamento para o próximo ano.”

Leia também:

Muricy volta ao São Paulo amargando 54% de risco de cair

São Paulo confirma volta do treinador Muricy Ramalho

São Paulo demite Paulo Autuori após dezessete jogos

O treinador apontou o caminho para tirar o clube da situação de risco em que se encontra – o time está na 18ª colocação do Brasileirão, com 18 pontos, quatro atrás dos primeiros clubes fora da zona da degola. “O São Paulo não tem experiência de estar nessa situação. Agora é preciso menos discurso e muito trabalho. É só isso que resolve. Precisamos de resultado e o trabalho é a única saída. Temos de saber que ninguém é mais importante que o clube e precisamos que todo mundo se doe um pouco pelo resultado.” O próximo confronto da equipe é nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), contra a Ponte Preta, no Morumbi, já com Muricy no banco.

Leia também:

Leônidas da Silva, 100 anos de um dos gigantes do futebol

São Paulo perde e fecha 1º turno na zona de rebaixamento

Rogério se desculpa por outro pênalti perdido: ‘Falha minha’

Muricy Ramalho fez muitos elogios ao capitão da equipe, o goleiro Rogério Ceni, afirmando que o jogador está em grande fase na posição. Questionado se Rogério seguirá como cobrador de pênaltis da equipe – ele errou as últimas três cobranças -, o treinador afirmou que precisa analisar os treinamentos, e que se ele estiver bem, continuará como batedor. “Só se fala nos pênaltis e faltas, mas ninguém olha o que ele está agarrando de bola, que é a função dele.” O técnico do São Paulo também afirmou que é um exagero dizer que o goleiro tenha forte influência nos bastidores do clube.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

O treinador também elogiou os meias Paulo Henrique Ganso – com quem trabalhou em sua passagem no Santos – e Jadson. Ele afirmou que ainda precisa passar algumas orientações para Ganso e não garantiu os dois meias atuando juntos, apesar de não descartar a ideia. “Tem hora que dá pra jogar com os dois, sim. Vai de acordo com o time que vamos enfrentar e com os jogadores que estiverem disponíveis.” Ganso ainda não emplacou uma sequência de bons jogos com a camisa do São Paulo e ainda é muito questionado por causa do alto valor gasto em sua contratação: 23,9 milhões de reais.

(Com Estadão Conteúdo e Gazeta Press)