Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muricy se interessa por zagueiro do Bugre e diz observar revelações

O técnico do Santos, Muricy Ramalho, saiu da partida em que a sua equipe bateu o Guarani, na última quarta-feira, no Brinco de Ouro da Princesa, impressionado com a atuação do zagueiro do Bugre, Neto. O jogador agradou tanto, que após o apito final, o treinador santista fez algumas perguntas ao comandante do Guarani, Oswaldo Alvarez, o Vadão, sobre Neto.

Depois do apito final do árbitro, Muricy perguntou a Vadão: ‘Onde você arrumou esse zagueiro?’. Mas, segundo o próprio técnico do Peixe, apesar do interesse inicial não foram abertas negociações com o Bugre para a contratação de Neto.

Muricy Ramalho explicou que vem analisando alguns atletas durante o Campeonato Paulista, que estejam disponíveis por um valor acessível e possam reforçar o elenco alvinegro visando o restante da temporada.

‘Não podemos cair no mesmo erro do ano passado, pois quando acabou a Libertadores, houve um ‘desmanche’. Saíram alguns jogadores vendidos e outros para a Seleção Brasileira principal e de base. Perdemos o Brasileirão por causa disso, pois deixamos muitos pontos no começo da competição. Por isso, nós estamos observando vários jogadores do Paulistão, para ver se surge algum bom negócio. O Santos está sem muito dinheiro para grandes contratações’, conto

Sem dar indícios de que o interesse por Neto irá ser levado adiante, o treinador evitou avaliar uma possível troca envolvendo o lateral santista Maranhão, ex-Guarani, que está sem espaço na Vila Belmiro e poderia ser incluído em uma possível negociação com o clube campineiro.

‘Temos feito observações sobre alguns jogadores, como eu disse, mas não existe nada oficial. Não fizemos proposta por ninguém. Só que sabemos que esse ano vai ser igual ou pior a 2011, pois vamos perder jogadores para a Seleção em amistosos e por causa das Olimpíadas (de Londres, na Inglaterra). O planejamento esse ano tem que ser melhor para termos chances no Brasileiro. Vamos ficar sem os nosso principais astros em várias rodadas e, para suprir essas ausências, precisamos ter um plantel forte, com opções e qualidade’, encerrou Muricy.