Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Muricy revela que ‘prendeu’ Fucile para respeitar a ofensividade de Juan

Por Da Redação 19 fev 2012, 08h35

O Santos conseguiu uma importante vitória por 3 a 1 sobre o Mirassol no último sábado. Um dos melhores jogadores em campo foi o recém-contratado lateral esquerdo Juan, autor do primeiro gol da partida, aos 12 minutos, e eficiente no apoio a Paulo Henrique Ganso e Neymar no campo de ataque.

Logo após a partida, o técnico Muricy Ramalho revelou que mantinha total confiança no reforço do ex-são-paulino e até fez alterações na forma de jogar do Santos para beneficiar as características de Juan. O uruguaio Fucile foi o responsável por ficar mais preso na defesa para que o novo reforço pudesse avançar e ‘brilhar’.

‘Ele deu o sangue lá no São Paulo e agora está em outra casa. Estamos respeitando as características dele. Reforcei a marcação e segurei o Fucile porque o Juan apóia mais. Alguém precisa dar uma cobertura diferenciada e o Durval fechava a esquerda, Edu ficava no meio e o Juan podia avançar. Não quero mudar as características dele, é um jogador que eu tinha certeza de que ia nos ajudar’, analisou Muricy Ramalho, satisfeito pelo rendimento do time como um todo.

Juan negociava com o Santos desde o início de 2012, mas foi contratado apenas na última semana, quando aceitou reduzir a pedida salarial e chegou ao Santos para suprir a ausência do lesionado Léo. Apenas os garotos Paulo Henrique e Emerson Palmieri, além do polivalente Pará, estavam à disposição, mas não agradaram Muricy.

A estreia de Juan deveria ter acontecido na última quarta-feira, quando o Peixe foi a La Paz enfrentar o The Strongest e voltou para o Brasil com uma derrota por 2 a 1 na bagagem. Entretanto, a diretoria do novo clube desconhecia uma expulsão de Juan durante a disputa da Copa Sul-americana de 2011 pelo São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade