Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muricy rebate tese de que Santos é um time comum sem Ganso e Neymar

O Santos empatou com o Corinthians por 0 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, sem os seus dois principais jogadores: Paulo Henrique Ganso e Neymar. Com isso, o técnico Muricy Ramalho foi questionado durante sua entrevista coletiva após a partida se, com a ausência da dupla, o Peixe seria um time comum. O treinador desaprovou a tese e acredita que os santistas possuem uma equipe de qualidade, mesmo sem os seus principais astros.

‘Comum não. Você tem que olhar um pouco para trás antes de fazer uma análise como essa. Claro que os dois são diferentes, o Neymar é o melhor do Brasil atualmente, mas o Santos não é composto somente pelos dois. Temos outros bons jogadores.’, afirmou Muricy.

Para dar sustentação a sua análise, o comandante alvinegro lembrou do jogo com o Cerro Porteño, do Paraguai, ainda na primeira fase da Copa Libertadores da América. Na ocasião, sem Neymar, que estava suspenso, o Santos venceu fora de casa e embalou a partir daquele confronto para a conquista do título.

‘Contra o Cerro, lá, a gente precisava ganhar para não ser eliminado e o Neymar não estava. Mesmo assim, nós fizemos uma grande apresentação e ganhamos a partida’, comentou o treinador, irritado com o tema. ‘Por isso eu digo que quem falou isso disse bobagem. Não temos um time comum’, emendou.

Apesar de ter elogiado a sua equipe, Muricy Ramalho conta com o retorno de Paulo Henrique Ganso e Neymar para o duelo com o Atlético-GO, neste sábado, às 18h30 (horário de Brasília), no Estádio Serra Dourada. O meia e o atacante retornam da viagem à Alemanha com a seleção na madrugada desta sexta e descansam em São Paulo, antes de se juntarem a delegação santista para o compromisso do time em Goiânia, pela 16rodada do Brasileirão.