Clique e assine a partir de 8,90/mês

Muricy minimiza ‘frio na barriga’ na semi: ‘Ansiedade é controlada’

Por Da Redação - 20 jun 2012, 13h38

Corinthians e Santos decidem nesta quarta-feira, a partir das 21h50 (horário de Brasília), uma das vagas na final da Copa Libertadores da América. Com o Peixe precisando da vitória a qualquer custo para chegar a decisão, o técnico Muricy Ramalho admitiu que há certo ‘frio na barriga’, comum antes de partidas importantes, mas que tudo isso é controlado através da preparação da equipe para o jogo.

‘Sempre existe um ‘frio na barriga’, que é normal pela ansiedade, por tudo que envolve um duelo tão importante. Só que, quando você se prepara bem, em qualquer carreira ou profissão que você exerça, tudo isso diminui’, disse Muricy, em entrevista à ‘Rádio Estadão/ESPN

Para o treinador santista, o seu time está acostumado a disputar confrontos decisivos e tudo isso pode ser positivo, em um momento de pressão, no qual o Alvinegro Praiano necessita reverter a vantagem corintiana.

‘Tranquilidade a gente tem, até mesmo pela experiência, tanto minha quanto dos atletas. Seguimos a preparação que a gente sempre faz para os jogos. Quando você está bem preparado, a ansiedade existe, mas é controlada. É assim que procuramos trabalhar, nos preparando para as partidas’, comentou.

O Santos precisa ganhar, ao menos por 1 a 0, para levar a definição da vaga para as cobranças de pênaltis. No entanto, se o Peixe vencer por qualquer outro placar, estará automaticamente qualificado para a final da Libertadores. Para o Timão, um simples empate nesta noite, no Pacaembu, será o suficiente para avançar a decisão do torneio.

Continua após a publicidade
Publicidade