Clique e assine com até 92% de desconto

Muricy inocenta árbitro e dá puxão de orelhas em Ibson

Por Da Redação 5 fev 2012, 20h37

Por Daniel Batista e Sanches Filho

Presidente Prudente (SP) – Ao contrário de alguns jogadores do Santos, o técnico Muricy Ramalho não responsabilizou o árbitro Luiz Flávio de Oliveira pela derrota por 2 a 1 contra o Palmeiras, neste domingo, em Presidente Prudente. “Não vi culpa do juiz. Ele apitou normalmente. O jogador não pode mais ficar dando carrinho e foi isso que o Ibson fez. Era para expulsão mesmo. E com a expulsão dele, mudou tudo”, reclamou.

Muricy Ramalho também afirmou que a equipe foi muito “inocente” ao perder duas vezes a bola no ataque e permitir que o Palmeiras marcasse os gols no contragolpe. “Foi excesso de juventude na hora de definir uma jogada. Com a vantagem no marcador deveríamos ter cadenciado mais o jogo. Mesmo assim gostei do time e vi evolução”, disse.

O treinador disse que não está tão preocupado porque o time vem errando no momento em que pode. “Nossa prioridade é a Copa Libertadores da América”. O Santos estreia na competição continental, em que defenderá o título, no próximo dia 15 contra o The Strongest, da Bolívia, em La Paz.

Continua após a publicidade
Publicidade