Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Muricy acredita que permanência de Neymar pode convencer Ganso a ficar

Por Da Redação 15 nov 2011, 16h35

A renovação de contrato de Neymar e a garantia da diretoria do Santos de que o atacante fica até a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, jogando na Vila Belmiro, pode contribuir para resolver a situação de outro craque da equipe. Pelo menos é desta maneira que pensa o técnico Muricy Ramalho com relação ao futuro do meia Paulo Henrique Ganso.

O treinador demonstrou confiança em um acerto para a continuidade do camisa 10 no clube. ‘A permanência do Neymar no Santos ajuda o Ganso a continuar por aqui também. Ele ficou muito contente com essa atitude do Neymar’, disse Muricy, em entrevista ao Arena Sportv.

Para o comandante santista, o acerto da situação da Joia está fazendo com que o maestro alvinegro reveja a sua postura e seja mais receptivo a uma nova proposta da cúpula do Peixe para a sua renovação contratual – o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro destacou que Paulo Henrique Ganso pretende negociar um novo vínculo com o clube em janeiro do próximo ano.

‘Sei que ele se anima a ficar porque os dois (Ganso e Neymar) são praticamente irmãos. O Ganso está tão feliz que eu acho que agora ele nem pensa em sair do Santos’, analisou.

Em relação ao seu próprio destino a frente do Santos, Muricy Ramalho reiterou o que havia dito na última semana, após a renovação de Neymar. O comandante se mostrou bastante receptivo a um acordo mais longo com o clube, mesmo com as eleições presidenciais no clube marcadas para o dia 3 de dezembro.

‘A renovação do Neymar foi importante não só para o Ganso, como para mim e para todos nós, que trabalhamos no Santos. Sou um cara com experiência de mais de três anos à frente do Internacional-RS e também do São Paulo. E o que a gente vê no Santos é que a diretoria está pensando desse jeito. Tivemos uma primeira conversa, não deixamos nada certo, mas todos estamos animados com a presença do Neymar. Com isso, eu também posso ficar mais um tempo aqui. Acredito que vamos fazer algo longo e que seja bom para todos nós’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade