Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Mundial de Clubes: Fifa fará ‘Momento Madiba’ antes das partidas

Entidade vai prestar homenagem ao líder sul-africano, morto na última quinta

Por Da Redação 10 dez 2013, 15h44

A Fifa anunciou nesta terça-feira que o Mundial de Clubes de 2013, que começa na quarta, no Marrocos – o primeiro em solo africano -, vai prestar homenagem a Nelson Mandela, morto na última quinta-feira, aos 95 anos. A entidade vai promover o Momento Madiba – nome de clã pelo qual Mandela é conhecido – antes de cada partida. A homenagem ainda não teve detalhes divulgados, mas foi decidida em conjunto com a Confederação Africana de Futebol (CAF) e a Federação Marroquina de Futebol (FRMF).

Leia também:

O legado de Mandela entrou em campo

Mundial: Torcida do Atlético-MG faz festa no aeroporto

Atlético Mineiro divulga lista de convocados para o Mundial

A Fifa destacou o papel importante de Mandela para que a Copa do Mundo em 2010 pudesse ser realizada na África do Sul. “Esta pessoa extraordinária, símbolo de esperança, paz, perdão e reconciliação, trabalhou incansavelmente para levar a alegria da Copa do Mundo pela primeira vez ao continente africano.”

Leia também:

Bayern confirma desfalque de Robben no Mundial de Clubes

Continua após a publicidade

Schweinsteiger deve ser desfalque no Mundial de Clubes

Atlético-MG: Richarlyson está fora do Mundial de Clubes

Dossiê – O Atlético Mineiro desembarcou nesta terça-feira no Marrocos para o Mundial e uma das primeiras atividades do técnico Cuca será apresentar aos jogadores um dossiê com os detalhes dos possíveis adversários. “Temos de passar tudo para os jogadores, vídeos e impressões. Precisamos dar pressão nos adversários.”

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

O Atlético Mineiro joga dia 18, já na semifinal, e pode enfrentar o Monterrey (México), Raja Casablanca (Marrocos) ou o Auckland City (Nova Zelândia). Na outra chave, o Bayern de Munique tenta a vaga na final diante do vencedor de Al Ahly (Egito) e Guangzhou Evergrande (China).

(Com Estadão Conteúdo e agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade